CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Em Paraíso, oposição, ainda indefinida, tenta se unir para enfrentar o vice-prefeito Celso Morais

Em Paraíso, a oposição segue indefinida com nada menos do que 13 pré-candidatos já catalogados pelos observadores da política local. Com isso, o possível candidato do prefeito Moisés Avelino (MDB) para a disputa voa em céu de brigadeiro.

Não decepcionou

O nome do Paço será o jovem vice-prefeito Celso Morais (MDB), que já assumiu o comando do município algumas vezes no ano passado, durante o período de tratamento de Avelino, e não decepcionou.

Sem pulverização

No conjunto dos dois candidatos lançados — Ary Arraes (PSC) e Nando Milhomem (PV) –, a oposição teve maioria dos votos nas eleições de Paraíso de 2016. Por isso, alguns de seus líderes querem evitar essa pulverização em 2020 e se unir para tentar tomar o comando da cidade do grupo de Avelino.

Olhos atentos

Os movimentos de dois nomes da oposição são observados de forma mais especial, o deputado federal Osires Damaso, presidente regional do PSC, e o suplente de deputado estadual Ivan Vaqueiro (PPS). Só do grupo de Damaso são três pré-candidatos.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também