CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Governo extingue 5 delegacias regionais e diz que medida faz parte do pacote ajuste do Estado

0
Governo extingue 5 delegacias regionais e diz que medida faz parte do pacote ajuste do Estado
5 (100%) 1 voto

O Diário Oficial do Estado de quarta-feira, 5, trouxe a extinção de cinco delegacias regionais, nos municípios de Araguatins, Alvorada, Pedro Afonso, Miracema e Dianópolis. Segundo o próprio ato do governo, a medida visa a redução e de controle das despesas de custeio e de pessoal.

Com a Portaria da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o Estado passa a ter oito delegacias regionais: Araguaína, Porto Nacional, Colinas, além de Gurupi – que assumiu a de Alvorada; Guaraí – que englobou a de Pedro Afonso; Paraíso do Tocantins, que recebeu as atribuições de Miracema; Dianópolis, que ficou com a de Arraias; e Tocantinópolis – que está com a de Araguatins.

Esta foi a primeira sinalização do governo à justificativa dada para a dispensa dos antigos doze delegados regionais. Para o Ministério Público (MPE), a medida foi uma “retaliação política” à operações realizadas pela Polícia Civil. O órgão ingressou com ação judicial contra as Portarias do Estado.

As dispensas aconteceram após a deflagração da Operação Expurgo, que investiga o depósito irregular de lixo hospital no Distrito Industrial de Araguaína (Daiara). Um dos sócios da empresa alvo da investigação é o advogado João Olinto, pai do então líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado estadual Olyntho Neto (PSDB).

Repúdio
A extinção de delegacias regionais também causou repúdio em Araguatins. O vereador Ian Cavalcante (PPS) enviou dura nota à imprensa após a medida do governo. “Sempre temos sido agraciados por certos governantes negligentes, ultrapassados, que fazem Araguatins passar por uma metamorfose retrógrada, irresponsável, como esses atos de governo, que não trazem os benefícios prometidos nos palanques”, disparou o parlamentar.

Leia abaixo a íntegra da nota:

Nota de Repúdio

Repudio o ato do governador de extinguir e transferir a Delegacia Regional da Polícia Civil de Araguatins para fazer parte da regional de Tocantinópolis.

Sempre temos sido agraciados por certos governantes negligentes, ultrapassados, que fazem Araguatins passar por uma metamorfose retrógrada, irresponsável, como esses atos de governo, que não trazem os benefícios prometidos nos palanques.

Esses governos têm tido o apoio inconteste do povo araguatinense, mas, em troca, sempre decepcionam. Exemplos: Hospital Regional prometido por Siqueira (que não cumpriu), a  UPA, que seria construída aqui, foi para Augustinópolis, o Colégio de tempo integral que está à anos inacabado. O IML, que funcionava aqui, levaram para Tocantinópolis.

Araguatins, o maior Colégio Eleitoral do Bico, só é visto influentemente na eleição; depois, já era. Porém, para nós, não é surpresa a personalidade política e administrativa deste governador temporão, porque, certamente, até o meio do ano, seu futuro mandato será interditado pelo Poder Judiciário.

Disse Marcos Freire: ‘Quando o momento político estiver inadministrável a gerência pública tende a cair na  mediocridade.’

Vereador
Ian Cavalcante  (PPS)”

Leia também
Receba notícias do CT em seu e-mail
Inscreva-se para receber as últimas novidades e atualizações diretamente no seu e-mail.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento
Comentários
Carregando...