CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Moura se diz triste com saída de Júlio Cesar e vê dificuldades do PT apoiá-lo este ano: “Nunca teve ideologia”

Moura se diz triste com saída de Júlio Cesar e vê dificuldades do PT apoiá-lo este ano: “Nunca teve ideologia”
4.5 (90%) 2 votos

Um dos quadros mais históricos do PT do Tocantins, o deputado federal Célio Moura lamentou à Coluna do CT a desfiliação do ex-prefeito de Couto Magalhães Júlio César Brasil para se filiar ao Democratas (DEM). A mudança de partido do também ex-presidente regional do PT, que tem 25 anos de militância na sigla, vai ser consagrada no sábado, 7, numa solenidade no município, às 8 horas, com a presença da presidente regional do DEM, deputada federal Dorinha Seabra Rezende. “Vi com muita tristeza a desfiliação do Júlio César para ir para o DEM. Ainda mais se tratando de um ex-presidente do Partido dos Trabalhadores, um homem que esteve à frente até esses dias da formação política, dos debates dos diretórios, das candidaturas que foram disponibilizadas no partido”, disse Moura.

Diametralmente opostos

Ele se disse mais chocado com o fato de o ex-presidente trocar o PT pelo DEM. “São partidos diametralmente opostos”, definiu Moura. “O DEM, junto com o PSDB, é o maior adversário do PT. Aliás, os únicos partidos com quem o PT jamais poderá fazer coligação são DEM e PSDB”, observou o deputado.

Criou grande dificuldade para o PT

Na avaliação de Moura, haverá “uma grande dificuldade” de o PT de Couto Magalhães apoiar o nome de Júlio César para prefeito em outubro. “O Partido dos Trabalhadores continua firme na cidade, em que temos vários vereadores, uma grande militância, já que faz 16 anos que governamos o município. Agora, o atual prefeito [Ezequiel Guimarães Costa] e o ex-prefeito e ex-presidente do Partido dos Trabalhadores saem do partido para ir para o DEM, o partido mais à direita que nós temos no Brasil, depois do PSL e do Aliança?”, indignou-se o deputado.

Sem ideologia

Moura chamou a mudança de “radical”  e que “vem demonstrar que ele [Júlio César] nunca teve ideologia política”. Apesar disso, Moura ressaltou ter indicado uma emenda de R$ 500 mil para a reforma da feira de Couto Magalhães.

Em campos opostos

Célio Moura é de campo oposto ao de Júlio César no PT. Enquanto o deputado é aliado ao grupo do atual presidente do partido, deputado estadual José Roberto, o ex-prefeito de Couto sempre foi próximo dos ex-presidentes petistas Donizeti Nogueira e José Santana. O ex-prefeito de Couto presidiu o PT entre 2013 e 2016, quando Zé Roberto venceu o grupo de Donizeti.

Vem de algum tempo

Um sinal de que a aproximação de Júlio César e do prefeito Ezequiel com Dorinha vem já de algum tempo está no resultado da eleição de deputado federal em Couto Magalhães em 2018, quando a parlamentar do DEM obteve 1.690 votos e o petista Célio Moura míseros 88.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também