CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Nas redes sociais, Andrino parabeniza Câmara por não ter votado MP da Secretaria de Regularização Fundiária

Nas redes sociais, Andrino parabeniza Câmara por não ter votado MP da Secretaria de Regularização Fundiária
5 (100%) 12 votos

O vereador Tiago Andrino (PSB) gravou um vídeo para as redes sociais em que parabeniza a Câmara de Palmas por não ter votado a Medida Provisória (MP) que criava a Secretaria de Regularização Fundiária. Como venceu na quinta-feira, 8, e não foi votada, a pasta deixou de existir.

Parada na gestão de Cinthia

No vídeo, Andrino lembra que num primeiro momento apoiou a MP, porque achava que seria importante para se escolher um secretário competente e porque aumentaria a força da agenda de regularização fundiária, que, segundo ele, “vinha com muita velocidade” no governo Carlos Amastha (PSB). “E que ficou parada na gestão da prefeita [Cinthia Ribeiro, PSDB]”, observou.

Nada aconteceu

No entanto, o vereador disse que, depois da criação da secretaria pela MP, o então secretário Jota Patrocínio não teve apoio, “nada aconteceu”, as outras secretarias “não dialogaram e ficou parada a regularização fundiária”.

Mais cargos e despesas

Andrino ressaltou que, do outro lado, o custo aumentou, “com mais cargos, com mais despesas”.

“Não” ao gasto público

Com a volta do setor para o Desenvolvimento Urbano, o vereador disse esperar que a prefeita “trate isso como uma prioridade”. “São várias áreas que nós regularizamos na Câmara e que ela [Cinthia] precisa finalizar esse processo”, defendeu, arrematando: “Parabéns à Câmara que disse ‘não’ ao aumento do gasto público e esperamos que a prefeita retome essa agenda de regularização fundiária”.

Assista o vídeo:


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também