CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

TRE mantém condenação de prefeita de Pugmil e aprova eleição suplementar

0

O Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) apreciou nessa segunda-feira, 1º, recurso apresentado pela prefeita de Pugmil, Maria de Jesus Ribeiro (PPS), e o vice-prefeito Elton Barros Coelho (PTB). Os dois foram condenados por abuso de poder econômico e captação ilícita de recursos durante as eleições de 2016 e viram a condenação ser mantida após voto de desempate proferido pelo presidente do TRE do Tocantins, desembargador Marco Villas Boas.

Por maioria, o Pleno do TRE decidiu dar parcial provimento aos recursos interpostos pelos, mantendo a sentença nos demais termos que julgou procedentes a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) e cassou os mandatos de prefeito e vice de Pugmil, Maria de Jesus e Elton Barros, afastando do petebista a condenação por captação ilícita de sufrágio e a sanção de inelegibilidade.

Após a publicação do acórdão – o que ainda não aconteceu – ou do julgamento de eventuais embargos de declaração, a Justiça Eleitoral vai iniciar o procedimento de novas eleições, visto que a cassação ocorreu a mais de seis meses do final do mandato.

O CT acionou a Prefeitura de Pugmil para comentar a decisão do TRE. Quem se manifestou foi o secretário de Administração, Antônio Carlos Almeida Teixeira, que disse que toda a equipe “acredita na inocência da gestora” e que Maria de Jesus ainda conversa com o jurídico para se posicionar. “O que temos a dizer é que a defesa vai buscar todas as vias”, encerrou.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também