CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

MPE quer que Sesau só contrate leitos privados em Araguaína após esgotar capacidade da rede pública

A 5ª Promotoria de Justiça de Araguaína quer que o secretário estadual da Saúde, Edgar Tolini, só contrate leitos em hospitais privados da cidade para o tratamento de pacientes com Covid-19 após esgotar todas as possibilidades de instalação de novos leitos nas unidades da rede pública.

Contratação de instituto privado

A recomendação foi expedida na sexta-feira, 19, porque o órgão afirmou ter levantado informações de que a Sesau estaria viabilizando a contratação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Instituto Sinal de Araguaína, que possui natureza privada, sem antes esgotar a capacidade de expansão de hospitalar na rede pública, o que configuraria irregularidade.

HDT tem prioridade

De acordo com a Promotoria, há indício de que a gestão estadual não teria executado, ainda, uma proposta do Hospital de Doenças Tropicais (HDT), referente à abertura de quatro leitos de UTI a partir de 1º de julho e de mais quatro leitos de UTI a partir de 1º de agosto, além de leitos clínicos. O HDT é público, sendo gerido pela Universidade Federal do Tocantins (UFT) e possui vínculo contratual com a própria Secretaria Estadual de Saúde, de modo que, defende o MPE, deveria ter prioridade.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também