CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Com quase o dobro de casos de Covid-19 em uma semana, Estado ressalta baixo índice de ocupação de leitos neste momento

Com a forte ascensão dos casos de Covid-19 na semana passado no Tocantins, o governo divulgou material à imprensa nesta segunda-feira, 27, em que ressalta que o Estado tem o menor índice do País de ocupação de leitos em sua rede hospitalar. De acordo com informações da área técnica da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), o Tocantins dispõe de 153 leitos de UTI disponíveis para atendimento da população, alguns deles com cadastramento e habilitação junto ao Ministério da Saúde em processamento, por se tratarem de leitos implantados recentemente para o enfrentamento do novo coronavírus.

Quase dobrou semana passada

No dia 20, o Tocantins tinha 35 casos de Covid-19 e esse número evoluiu para 67 nesse domingo, 26, um aumento de 32 confirmações neste período, ou alta de 91,4%. Ou seja, em uma semana, o número de registros quase dobrou no Estado. Só em Araguaína foram 15 novas confirmações entre sexta-feira, 24, e esse domingo, de um total de 24 no município. Isso significa um aumento de 166,7% em apenas três dias. Ainda no plano estadual, o novo coronavírus já alcançou 10 das 139 cidades do Tocantins: Palmas (33), Araguaína (24), Cariri do Tocantins (01), Couto Magalhães (01), Guaraí (03), Gurupi (01), Dianópolis (01), Paraíso do Tocantins (01), Sítio Novo (01) e Tocantinópolis (01).

32 UTIs para Covid-19

A Secretaria Estadual de Comunicação (Secom) afirmou no material distribuído à imprensa que, para melhor assistir o paciente acometido de Covid-19, o governo do Tocantins tem isolados e preparados em sua rede hospitalar 32 leitos de UTI. Com média abaixo dos 10% de ocupação, 16 destes leitos estão no Hospital Geral de Palmas (HGP), referência para casos moderados e agudos da doença na região Macro-Sul do Estado. Outros seis leitos estão no Hospital Infantil Público de Palmas (HIPP) e os demais no Hospital Regional de Araguaína (HRA), também unidade de referência para encaminhamento de pacientes da região norte.

50% da capacidade

A superintendente de Unidades Hospitalares Próprias, Elaine Negre, garantiu que hoje as maiores unidades estaduais estão operando com cerca de 50% da suas capacidades de ocupação, considerando todas as especialidades médicas.

Na rede privada

O secretário estadual da Saúde, Edgar Tollini, explicou que, complementando os leitos públicos disponíveis, 157 leitos complementares de UTI estão contratados e disponíveis na rede privada para usuários do Sistema único de Saúde (SUS). Ele ressaltou ainda que os estudos estão sendo realizados para o caso de aumento exponencial de novos casos. “Estamos preparados e as equipes de saúde estão sendo constantemente capacitadas e atualizadas”, assegurou.

Capacitação e atualização

Conforme a Secom, nas duas últimas semanas, o Time de Resposta Rápida do HGP, composto por equipe multiprofissional da Unidade, realizou capacitação e atualização aos servidores das Unidades Hospitalares da região Macro Sul: Hospital Regional de Gurupi, Hospital Regional de Araguaçu e Hospital de Pequeno Porte de Alvorada. Neste treinamento teórico e prático foi abordado “Suporte Avançado de Vida, Manejo ao Paciente COVID e Fluxo assistencial no Componente Hospitalar. Conforme cronograma as capacitações prosseguem nos meses de abril e maio para as equipes multiprofissionais que atuam nas 18 Unidades Hospitalares Próprias.

Gráfico da ascensão

O gráfico abaixo mostra a exponencial ascensão da curva da Covid-19 no Tocantins, sobretudo a partir do dia 22. Além do crescimento de casos no Estado, o gráfico mostra a mesma tendência de Palmas e Araguaína, com esta última avançando rapidamente sobre a curva da Capital.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também