CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

LIVROS & CIA / Projeto estimula o hábito da leitura na Cadeia de Tocantinópolis

LIVROS & CIA / Projeto estimula o hábito da leitura na Cadeia de Tocantinópolis
5 (100%) 1 voto

Pela proposta, um livro é lido por mês e, ao longo das semanas, a obra é debatida entre os participantes e os mediadores do Projeto. Finalizado o livro, os leitores produzem resenhas críticas que, se bem avaliadas, servem à remição da pena (Foto: Divulgação)

Projeto Clube dos Livres estimula o hábito da leitura em Tocantinópolis

O diretor da Cadeia Pública de Tocantinópolis, José Osvaldo Fontinelle Barbosa Filho, comemora os bons resultados com o projeto de extensão denominado de Clube dos Livres, coordenado pela professora Aline Campos, que atua no colegiado de Pedagogia do Câmpus da Universidade Federal do Tocantins (UFT), naquela cidade.

Ressocialização

De acordo com o diretor, a ressocialização por meio das atividades do Clube dos Livres tem possibilitado, aos detentos, novas perspectivas de vida enquanto cidadãos. Além disso, ele ressalta ter percebido um trato mais humano, por parte dos servidores, em relação aos reeducados da unidade penal.

Política de Leitura

O Clube dos Livres teve início em fevereiro de 2018, numa parceria firmada entre a UFT e a Cadeia Pública de Tocantinópolis desde junho de 2017. Consolidando a política de leitura no cárcere, a iniciativa contribui com as atividades educativas promovidas na unidade prisional.


Escritora Lygia Bojunga, autora da obra “A Bolsa amarela” (Foto Divulgação)

Obra de Lygia Bojunga em foco no Clube de Leitura do Sesc de Palmas

Na 6ª edição do Clube de Leitura do Sesc em Palmas, que  será realizada no dia 27, na Biblioteca do Centro de Atividades, com início às 18h30, será discutida a obra A Bolsa amarela, da escritora Lygia Bojunga, que coleciona várias premiações no decorrer de sua carreira literária.

Premiação

Com A Bolsa amarela, Lygia Bojunga se tornou a primeira brasileira a ganhar o Prêmio Hans Christian Andersen, o mais tradicional prêmio internacional de literatura para crianças.

Enredo

O livro registra a história de uma menina que entra em conflito consigo mesma e com a família ao reprimir três grandes vontades (que ela esconde numa bolsa amarela): a vontade de crescer, a de ser garoto e a de se tornar escritora.



1º Festival Brasileiro de Novos Poetas

Estão  aberta as inscrições para o 1º Festival Brasileiro de Novos Poetasque está sendo organizado pela Revista Literária Inversos e a Academia de Letras e Artes de Feira de Santana – ALAFS.

Como participar?

As inscrições são gratuitas; cada participante poderá inscrever até dois poemas, mas apenas um poderá ser selecionado; não é necessário que os textos sejam inéditos. Poderão se inscrever qualquer pessoa a partir dos 18 anos, do Brasil ou do exterior, desde que o texto seja escrito em língua portuguesa. Menores de 18 anos devem enviar autorização assinada pelos pais ou representante legal.

Observação

No intuito de possibilitar o surgimento de novos talentos literários, não poderão participar do Festival Literário, escritores que já tenham livros solos impressos publicados ou que já tenham textos selecionados ou premiados em quaisquer outros concursos literários.


Nilma Lacerda e o direito de ouvir e ler histórias

Destaque para a escritora e professora de literatura Nilma Lacerda, ao discutir, em uma série de três vídeos, o direito fundamental a ouvir e ler histórias e a relevância da literatura na formação da criança e do jovem, destacando ainda momentos de seu próprio processo de constituição como leitora. Nilma faz questão de ressaltar que essas narrativas, portanto, são um patrimônio da humanidade no sentido de geração de uma ética, de um caminhar em direção à felicidade, à justiça e à paz. Confira:



ZACARIAS MARTINS
É autor de seis livros de poesias e um de crônicas. Tem participação em mais de 50 antologias literárias pelo País afora. É ainda membro-fundador da Academia Tocantinense de Letras e da Academia Gurupiense de Letras. Integrou o primeiro colegiado do Conselho Estadual de Cultura do Tocantins. Também representa o Tocantins na Academia Brasileira de Jornalismo (ABJ).

Informações sobre eventos literários e lançamentos de livros devem ser enviadas para Zacarias Martins pelo e-mail [email protected]


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também