CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Candidato que “patrocinou” velório é proibido pela Justiça de ceder tendas a eleitores

0
Candidato que “patrocinou” velório é proibido pela Justiça de ceder tendas a eleitores
5 (100%) 1 voto

O juiz da 2ª Zona Eleitoral, Nassib Cleto Mamud, determinou nessa sexta-feira, 28, que o candidato a deputado federal Eduardo Fortes (PSDB), da coligação “Renova Tocantins”, se abstenha de realizar doação de tendas, para qualquer finalidade, durante o período eleitoral. Como o CT mostrou, Fortes cedeu uma tenda com propaganda pessoal para um velório em Gurupi na quarta-feira, 26. A decisão judicial é resultado de representação do Ministério Público Eleitoral (MPE).

Na tenda se lê em letras garrafais “Eduardo Fortes – Juntos Somos Fortes”. Conforme o MPE, o candidato vinha fazendo doação dela para os mais diversos eventos. A Promotoria cita trecho de manifestação do tucano ao CT, em que ele admite que a tenda é disponibilizada sempre que solicitada, principalmente, aos que não têm condições de alugar.

A promotora da 2ª Zona Eleitoral, Waldelice Sampaio, ressaltou na representação que essa prática configura ofensa à legislação eleitoral, uma vez que é proibida a distribuição de bens e materiais que proporcionem vantagem ao eleitor, conforme art. 39, § 6º, da Lei nº 9.504/97. “A prática pode configurar uso indevido ou abuso do poder econômico, bem como se trata de propaganda vedada, considerando que o equipamento publicitário se assemelha ou causa efeito de outdoor”, frisou.

Na decisão, o juiz estipula aplicação de multa em caso de descumprimento da determinação. (Com informações da Ascom do MPE)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também