CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Cinthia diz que vai à Justiça contra Ataídes após ser chamada de “traidora”, “ingrata” e “psicopata”

Cinthia diz que vai à Justiça contra Ataídes após ser chamada de “traidora”, “ingrata” e “psicopata”
3 (60%) 4 votos

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro, disse em nota ao CT na tarde desta segunda-feira, 4, que vai à Justiça contra o presidente de seu partido, o PSDB, o ex-senador Ataídes Oliveira, que a chamou em entrevista ao CT de “traidora”, “ingrata” e “psicopata”. “Da maneira que fui tratada por este ex-senador que, com o fim do mandato que herdou no Senado, não dispõe mais do benefício do foro privilegiado, digo que irei representá-lo civil e criminalmente por tais ofensas”, avisou.

Numa nota em que revela toda a sua indignação com as palavras de Ataídes, a prefeita disse que os ataques “ferem ainda mais a mulher, a esposa e a mãe alvo desse machismo e truculência desmedidos”.

“Mais do que capacidade para exercer determinados cargos e funções há necessidade de, entre outras qualificações, postura, equilíbrio, preparo e respeito. Nada disso foi demonstrado pelo ex-senador Ataídes Oliveira em sua mais recente manifestação pública em relação a mim”, avaliou Cinthia.

Na entrevista concedida pela manhã, após a publicação da nota do PSDB mulher nacional em defesa da prefeita e do desabafo que a líder tucana fez nas redes sociais sobre a crise do partido no Estado, Ataídes afirmou que ela “não é tucana”. “Fui eu quem a coloquei no PSDB, fui eu quem a colocou de vice-prefeita, fui eu quem a colocou de prefeita e fui eu quem a ajudei financeiramente por muito tempo.”

Confira a íntegra da nota da prefeita da tarde desta segunda:

NOTA

Mais do que capacidade para exercer determinados cargos e funções há necessidade de, entre outras qualificações, postura, equilíbrio, preparo e respeito. Nada disso foi demonstrado pelo ex-senador Ataídes Oliveira em sua mais recente manifestação pública em relação a mim, veiculada por este conceituado portal de notícias.

Repúdio de forma veemente seu posicionamento que denota, além da ausência de muitos requisitos para exercer funções relevantes na representatividade de um segmento tão importante para a sociedade que é a política partidária, uma descompostura e deselegância lamentáveis.

Falando como prefeita de Palmas, função que exerço com muito orgulho e dedicação, causa estranheza que em pleno ano de 2019 figuras públicas adotem esse tipo de comportamento.

Como integrante dos quadros do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) do Tocantins, fiquei perplexa que tal manifestação tenha partido do presidente regional desta sigla, que é histórica, de representatividade reconhecida e de serviços prestados ao país. Uma agremiação política que, no novo rumo que o país toma, busca como sempre dar sua contribuição para o fortalecimento da democracia, o crescimento e desenvolvimento do Brasil.

São descabidos os ataques contra a única prefeita de capital de um partido que tem o peso que possui o PSDB. Porém, tais palavras ferem ainda mais a mulher, a esposa e a mãe alvo desse machismo e truculência desmedidos.

Em respeito às minhas queridas companheiras e aos meus queridos companheiros de PSDB, não entrarei em pormenores relacionados ao nosso partido e sua condução atual. Porém, da maneira que fui tratada por este ex-senador que, com o fim do mandato que herdou no Senado, não dispõe mais do benefício do foro privilegiado, digo que irei representá-lo civil e criminalmente por tais ofensas.

Se é notório que é desta forma que o ex-senador lida com as mulheres no contexto social e profissional – fato a se lamentar -, eu, Cinthia Ribeiro, a exemplo de muitas outras mulheres que são ofendidas e agredidas diariamente por quem quer que seja, não me calarei. Não aceitarei de forma alguma ataques à mãe, a instituição prefeita e mais: que seja desrespeitado o nome de uma das maiores lideranças políticas deste Estado, de quem o ex-senador herdou o mandato.

Por fim, deixo claro que sei muito bem me defender, mas não admito, em hipótese alguma, que toquem no nome do senador João Ribeiro, com quem dividi parte de minha vida numa relação de cumplicidade e parceria, e de meu filho, apenas uma criança. Desta forma, sem mais, exijo respeito!

Cinthia Ribeiro
Prefeita de Palmas”


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também