CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

CLEANTECHS | Sustentabilidade e tecnologia em parceria no mercado do futuro

A sociedade já enfrenta mudanças importantes para produção mais limpa de energia, alimentos, acesso à água e até mesmo às terras produtivas em algumas regiões. Sem a garantia do fornecimento seguro de energias renováveis e de tecnologias eficientes de reutilização dos recursos naturais ficará difícil garantir um futuro sustentável para as próximas gerações. Neste contexto, uma nova modalidade de startups está em alta e promete inovar o mercado do futuro: as cleantechs.

A nova aposta de negócio do futuro promete inovação, produtividade e eficiência em ações que focam a sustentabilidade. Também  conhecidas como startups verdes ou de tecnologia limpa, as empresas cleantechs são voltadas para atividades que visam a redução de custos e evitam o desperdício, com um papel importante na mudança do jeito de produzir e consumir em todo o mundo. O setor recebe investimentos anuais, inclusive com um comitê voltado ao segmento dentro da ABStartups.

De acordo com publicação no blog do site de roleta online Betway Cassino , um dos pilares de inovação da economia global, o modelo cleantech de negócio não está preocupado apenas em vender, mas também sobre os impactos e a função social desta venda, com o objetivo de garantir sintonia entre o crescimento do mercado e a eliminação do impacto ecológico negativo. Por exemplo, existem modernos sistemas de videomonitoramento que possibilitam acompanhar o fluxo de veículos e ter uma atuação mais rápida em casos de acidentes e de crimes. Assim, a população passa a contar com serviços de segurança pública de melhor qualidade.

Categorias

Os nichos das cleantechs focam, prioritariamente, a sustentabilidade e são divididos nas seguintes categorias, de acordo com a sua área de atuação: Energia Limpa, Armazenamento de Energia, Eficiência, Transporte, Ar & Meio Ambiente, Indústria Limpa, Água, Agricultura.

Cinco curiosidades sobre as cleantechs:

– Especula-se que, em 2022, essa indústria movimente aproximadamente US$ 2,5 trilhões, conforme dados do Smart Prosperity Institute.

– Para entrar na categoria, a empresa precisa atender três requisitos: fazer mais com menos; ser menos poluente; e possuir modelo de negócio rentável.

– Segundo o Mapeamento do Ecossistema de Startups de Cleantech no Brasil, o país conta com 136 empresas do ramo.

– Ainda de acordo com o mapeamento, 91% das startups brasileira estão concentradas no eixo Sul-Sudeste, sendo o Estado de São Paulo a concentrar o maior número de startups de cleantech.

– No Reino Unido, espera-se que até 2025 não seja mais necessária a queima de carvão para produzir energia, segundo o The Guardian. Na Costa Rica, outro exemplo, cerca de 98,53% de toda energia utilizada é renovável, de acordo com The Tico Times. Com o prognóstico positivo, muitas pessoas buscam saber mais sobre as cleantechs ao redor do mundo. (Da assessoria de imprensa)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também