CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Estado busca viabilizar logística de importação e exportação no aeroporto de Palmas

Estado busca viabilizar logística de importação e exportação no aeroporto de Palmas
5 (100%) 10 votos

A Secretaria da Indústria, Comércio e Serviços (Sics) anunciou nesta segunda-feira, 2, estar realizando um levantamento das empresas com demanda de importação e exportação aérea para subsidiar o alfandegamento do Terminal de Logística de Cargas (Teca) do Aeroporto Brigadeiro Lysias Rodrigues, na Capital. Palmas ainda não dispõe de um recinto fiscalizado pela Receita Federal, obrigando empresas a se dirigirem a outros Estados.

Tom Lyra [centro] recebe executivos da Corteva Agriscience (Foto: Flávio Cavalera/Secom)

Favorecer exportação

Com o resultado deste levantamento, o titular da Sics, Tom Lyra, afirma que o governo vai poder contar com subsídios para reforçar a solicitação. “Queremos agilizar, junto à Receita Federal, esta demanda para favorecer a movimentação, armazenagem, e submissão a despacho aduaneiro de mercadorias procedentes ou destinado ao exterior”, afirmou.

Interessada

Uma das empresas interessadas neste processo é a multinacional Corteva Agriscience, que tem Centro de Pesquisa instalado no Estado, conforme demanda apresentada em reunião realizada, na sede da pasta, na quinta-feira, 28, entre executivos da empresa e o secretário Tom Lyra.

Corteva

A Corteva é uma empresa multinacional com atuação em 130 países, com sede em Welington (Delaware, Estados Unidos), resultado da fusão de duas das maiores companhias químicas do mundo, a Dow Chemical e a DuPont. No Brasil, a marca conta com 10 centros avançados de pesquisa, sendo um em Palmas que trabalha com o desenvolvimento, produção e comercialização de sementes.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também