CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Governo do Tocantins lança aplicativo sobre Educação Fiscal e aborda redução de impostos estaduais

O Governo do Tocantins participou, na manhã desta sexta-feira, 24, da programação do 1° Game Jam de Educação Fiscal, projeto fruto de parceria entre as secretarias de Estado da Educação (Seduc), da Fazenda (Sefaz) e a Receita Federal do Brasil. O evento teve início no dia 22 na sede da Escola de Educação Fazendária (Egefaz), em Palmas, e vai até este domingo, 26. Durante a programação, ocorre a premiação dos melhores protótipos de games realizados por alunos de escolas públicas estaduais.

“Nós estamos trabalhando com a proposta de redução fiscal no Estado do Tocantins. Reduzir, inclusive, para alguns itens da cesta básica. Nosso governo não quer crescer fazendo a política de caça às bruxas com os nossos empresários. Nós queremos dar incentivos, trazendo empresas para o nosso território, fazendo crescimento econômico não com aumento de tributos, mas os reduzindo. Assim, o empresário vai vender mais, gerando mais empregos”, expressou o Governador durante participação do Governo do Tocantins no evento.

O Chefe do Executivo ainda desejou boa sorte para os alunos que participam da primeira olimpíada de elaboração de jogos para smartphones do Tocantins voltados para ajudar a sociedade em assuntos fiscais. “Com orientação da Secretaria da Fazenda e de regionais de Educação, esses alunos estão fazendo um excelente trabalho. Estou na torcida para que eles façam uma disputa saudável, onde quem mais ganha é a população tocantinense”, expressou Wanderlei Barbosa.

 1º Game Jam

O secretário Executivo da Educação, Edinho Fernandes, explicou que o 1° Game Jam busca, a partir da criação dos games, encontrar, no ambiente educacional, os melhores projetos sobre Educação Fiscal. “São jovens e adolescentes da rede pública estadual que, primeiramente, participaram de uma seleção dentro das regionais, onde dois alunos de cada regional foram selecionados para que, depois, viessem a Palmas participar dessa imersão que vem ocorrendo esta semana. Estão criando jogos com nossos mentores, com os parceiros, a própria Receita Federal, Senai, dentre outros”, afirmou.

“A nossa ideia é levar para a linguagem dos jovens o que é educação fiscal e a sua importância. E o que estamos fazendo hoje aqui é um marco, já que nunca antes foi realizado algo assim no Tocantins. Trouxemos jovens de todas as regionais do Estado e eles estão aqui aprendendo a fazer programação. Os alunos poderão aplicar tanto para essa ação realizada neste momento quanto para toda a vida deles”, expressou o secretário de Estado da Fazenda, Júlio Edstron Secundino Santos, ainda durante a programação desta sexta-feira, 24.

Esta primeira olimpíada de elaboração de jogos sobre educação fiscal é fruto de uma parceria entre as secretarias de Estado da Educação (Seduc), da Fazenda (Sefaz) e a Receita Federal do Brasil.

Premiação

São 26 alunos, divididos em duplas, apresentando protótipos de games. Os jurados escolherão os três melhores projetos desenvolvidos pelas respectivas duplas. Esses seis alunos serão contratados como estagiários pelo período de um ano pela Egefaz, no programa de Mentoria de Criação de Jogos de Educação Fiscal. Durante 12 meses, esses protótipos serão transformados em jogos a serem disponibilizados para o sistema Android em lojas virtuais de aplicativos gratuitos.
 
Os alunos premiados também receberão kits tecnológicos contendo smartphones, smartwatch, mala de viagem, fone de ouvido wi-fi, pen drive, mouse sem fio, carregador portátil de celular, impressora fotográfica portátil, caixa de música, mochila, medalha e certificado de participação. A dupla que vencer em primeiro lugar terá direito também a participar do evento tecnológico Brasil Game Show (BGS 2022), em São Paulo-SP, no mês de outubro, com todas as despesas pagas.

Rafael Teixeira da Costa, estudante do Colégio Estadual Serra das Cordilheiras, de Colmeia, espera que, com o resultado do evento, pessoas aprendam como são aplicados os tributos estaduais e para o que serve a Receita Federal. O projeto do estudante de 17 anos, integrante da regional de Guaraí, é um jogo que consiste em um personagem que alerta o Governo do Tocantins sobre estabelecimentos que não estão emitindo nota fiscal. A cada aviso, o jogador ganhará pontos. “É necessário ensinar que tudo que compramos precisa pagar os devidos impostos, conforme está na lei”, informou o estudante. (Da assessoria de imprensa)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também