CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

“Há ameaças de redução” de incentivos, diz Dimas, aliado de Carlesse

“Há ameaças de redução” de incentivos, diz Dimas, aliado de Carlesse
3.6 (71.43%) 7 votos

Durante evento empresarial em Araguaína na noite dessa quinta-feira, 14, o prefeito Ronaldo Dimas (sem partido) criticou a possibilidade de redução de incentivos fiscais pelo governo do Estado. Depois de elogiar o papel do empresariado local no desenvolvimento da cidade, Dimas disse que, “no Estado, há ameaças de redução de incentivos”. “Então, me ponho à disposição da Associação Comercial e de todos os empresários para não deixar haver regressão”, afirmou o prefeito.

A declaração ocorreu na semana em que o governador Mauro Carlesse (PHS) baixou decreto para revisão dos incentivos fiscais concedidos pelo Estado sobre o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS). Conforme o decreto, a Secretaria da Fazenda e Planejamento terá 60 dias para fazer a revisão. A renúncia fiscal passa de R$ 1 bilhão por ano.

Dimas foi um dos principais aliados do governador na eleição suplementar de junho e nas ordinárias de outubro.

Confira tudo o que o CT publicou sobre a questão dos incentivos fiscais

Empregos formais
O prefeito destacou no evento empresarial dessa quinta como a gestão está contribuindo para que o Araguaína seja líder na geração de empregos no Estado. “Nós estamos desenvolvendo um trabalho que tem sido referência para muitas cidades de nossa região, e esse trabalho reflete principalmente no bom resultado do setor empresarial”, assegurou Dimas.

Araguaína se consolidou como líder na geração de empregos formais no Tocantins em 2018. Já são dois anos consecutivos criando mais da metade dos postos de trabalho de todo o estado. Para Dimas, a geração de emprego significa que o trabalho realizado na infraestrutura, educação, saúde e lazer criou condições para o desenvolvimento econômico.

No entanto, o prefeito defendeu que esse crescimento não aconteceria “de forma alguma sem os empresários que acreditassem e investissem no município”. “Os grandes empresários do Estado estão aqui, as grandes empresas têm sede aqui, por isso que Araguaína é única”, completou o prefeito.

Sem retirar incentivos
O governo do Estado tem garantido que o objetivo de decreto de Carlesse não é retirar incentivos, mas levantar aquelas concessões sem a devida compensação. O Palácio defendeu durante a semana que é preciso organizar esses subsídios para dar a devida garantia jurídica e econômica ao setor produtivo, mas também possibilitar o crescimento do Estado.

Nessa quinta-feira, a Associação de Distribuidores e Atacadistas do Tocantins (Adat) reuniu empresários para debater o tema. Eles avaliaram que não vão conseguir dissuadir o Executivo sobre a revisão dos incentivos, por isso, ficou decidido no encontro a organização da categoria para negociar e amenizar os impactos de possíveis mudanças. (Com informações da Ascom Araguaína)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também