CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Após vencimento de MPs, Néris chama de “mimimi” postagens de Cinthia no Twitter e revela “brigas internas” no Paço

Após vencimento de MPs, Néris chama de “mimimi” postagens de Cinthia no Twitter e revela “brigas internas” no Paço
5 (100%) 11 votos

Em uma série de áudios enviados para um grupo de WhatsApp, o vereador Milton Néris (PP), um dos parlamentares mais próximos do Executivo, comentou a decisão da Câmara de Palmas de deixar duas Medidas Provisórias (MPs) do Executivo vencerem sem ser apreciadas. O parlamentar ainda disparou contra as manifestações da prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) nas redes sociais sobre o assunto e ainda expôs “brigas internas” na administração municipal.

Prerrogativa da Câmara

Milton Néris defendeu que a apreciação das MPs é uma prerrogativa do Parlamento e o que aconteceu foi que a Prefeitura de Palmas não conseguiu convencer os vereadores da necessidade da criação da Secretaria de Regularização  Fundiária ou da transferência da organização das feiras da pasta de (Seder) para a de Desenvolvimento Econômico (Sedem). “É um prerrogativa dela [da Casa de Leis] de converter ou não converter em lei, votando ou não votando, ou deixando vencer”, comentou.

Acomodação política

Na avaliação do vereador, a nova pasta “não resolveu nada” desde a sua criação. “É uma secretaria que não serve para nada. Só serviu como acomodação política”, afirmou. Milton Néris acrescentou ainda que passaram pela estrutura dois secretários que “não conhecem nada” de Palmas. “Não tem um título emitido, um bairro regularizado. Está faltando é vontade política. Neste momento a Câmara entendeu que criar novos cargos não muda nada”, argumentou. A mesma justificativa foi dada para rejeitar a mudança na gerência das feiras. “Não ocorreu nada também . Nada de novo, nada de melhor”, completou.

Mimimi

Milton Néris foi bastante crítico à forma como Cinthia Ribeiro reagiu ao vencimento das MPs. “Querer impor o que a Câmara legisle por Twitter? Isto não vai acontecer. Não voto por pressão. Não é piti, não é mimimi, que vai fazer que a Câmara tome posições que acha que não está certo. Precisa acabar com este joguinho de querer colocar a sociedade contra simplesmente porque há uma intenção de criar novos cargos para contemplar compromisso político”, afirmou.

Sair do Twitter e iniciar diálogo

O progressista indica que a prefeita Cinthia Ribeiro não está sabendo se relacionar com o Legislativo da Capital. “Está na hora de sair das redes sociais, do Twitter, de ficar mandando recadinho, e sentar olhando no olho com quem pode ajudar a resolver. Precisa dar um passinho para trás, sentar com a Câmara. O Parlamento e o Executivo precisam andar em unidade, mas precisa ter diálogo. Vir em rede social com mimimi não vai mudar nada. O Parlamento não está ali para homologar a vontade e o desejo do Executivo. Se ela quer que sua vontade seja homologada, ela que trate de construir uma maioria”, avaliou.

Não está sabendo escolher auxiliar

Para além da falta de tato com os vereadores, Milton Néris ainda expôs que Cinthia Ribeiro enfrenta problemas dentro da própria estrutura, que avalia ser o verdadeiro problema. “Pelo Twitter não vai me fazer votar, pelo Twitter não vai me convencer. Ela precisa melhorar esta maneira de conduzir e parar com as brigas internas dentro da gestão dela, que é o que está atrapalhando. É secretário brigando com secretário, eles não se entendem. Ela não está sabendo escolher seus auxiliares e aí é problema dela, não nosso”, anotou.

Tomando posição

Por fim, Milton Néris negou que o vencimento das MPs tenha sido uma decisão com intenção eleitoral, conforme indicou a prefeita nas postagens no Twitter. “Ninguém aqui está antecipando questão eleitoral. Está se tomando posição de uma coisa que não se concorda. Tanto faz eu ir lá e votar contra e deixar o prazo vencer e não votar”, argumentou.

Ouça abaixo os áudios enviados pelo vereador Milton Néris:


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também