CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Assembleia aprova MP da jornada da saúde com alterações propostas por sindicatos

Simed rejeita texto e vai brigar na Justiça pela suspensão da legislação

Assembleia aprova MP da jornada da saúde com alterações propostas por sindicatos
avaliar matéria

A Assembleia Legislativa do Tocantins aprovou nesta quinta-feira, 4, a Medida Provisória 05 de 2019, que institui a jornada de trabalho especial no âmbito da Secretaria de Saúde (Sesau). O texto do governo sofreu alterações para flexibilizar os horários dos plantões, mas a carga horária mensal laborada foi mantida conforme prevista inicialmente. Alguns entidades sindicais aprovaram a nova legislação, mas o Sindicato dos Médicos (Simed) tenta na Justiça barrar a nova carga horária.

Pressionado por alguns sindicatos, os deputados estaduais mudaram a MP nas comissões de Finanças e Controle (CFC) e na de Administração, Trabalho e Defesa do Consumidor (CATDF). O texto passou a permitir o plantão de 24 horas, flexibilizou o descanso interjornadas e alterou o quantitativo de plantões dos profissionais. A Medida Provisória também passou a autorizar a troca de plantões, mas conforme definição dada pelo titular da Sesau.

As comissões também acrescentaram novos horários de início e término de jornadas. A modificação da tabela de Gratificação pelo Exercício de Atividade Médica no Interior (Grin) proposta pelo governo foi mantida. No novo texto, o Grin passa a ser computado em percentual que varia de 6% a 12% sobre o vencimento inicial, não mais haverá os pagamentos de R$ 900,00 a R$ 2.400,00.

Vitória
Presidente do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem do Tocantins (Seet), Claudean Pereira Lima considerou a aprovação da MP 05 de 2019 com as alterações uma “vitória”. “Depois de muita luta e resistência conseguimos garantir estes direitos para os profissionais da enfermagem. O sindicato continuará na luta para que nós possamos consolidar esta mudança nas escalas de trabalho dos servidores da saúde do Estado. Agradeço a presença de todos que fizeram a força para que esta vitória se concretizasse”, afirma.

O Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Tocantins (Sintras) também ficou satisfeito com o texto aprovado. “A escala será totalmente diferenciada. Nós poderemos organizá-la de acordo com a necessidade do serviço e do servidor. Agradecemos toda a esta Casa de Leis que fizeram valer os nossos direitos e proposituras”, disse o presidente da entidade em vídeo para os filiados do Sintras.

Briga segue na Justiça
Apenas o Simed ficou insatisfeito com a MP 05 de 2019. Para o sindicato, o texto está em desconformidade com o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração (PCCR) porque manteve a carga horária mensal laborada proposta pelo governo, que é maior do que a prevista no PCCR. A entidade chegou a conseguir liminar para interromper a tramitação da Medida Provisória, mas a decisão foi derrubada pelo presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), desembargador Helvécio de Brito Maia Neto.

A Assembleia Legislativa aprovou por unanimidade a Medida Provisória no mesmo dia em que foi notificada da decisão do TJTO. Em nota, o Simed afirmou que recorrerá da decisão e que está disposto a ir “até a última instância” contra a legislação. “De forma a não permitir que o governo estadual faça uma conversão da jornada de trabalho em plantão, que extrapole a carga horária para a qual os médicos fizeram concurso público”, afirma.

Governador do Tocantins, Mauro Carlesse (Foto: Esequias Araújo/Governo do Tocantins

Semestre produtivo
O governador Mauro Carlesse (DEM) comemorou o trabalho do Parlamento tocantinense nestes primeiros seis meses de 2019, em especial nas matérias que ajudam o Palácio Araguaia a conter despesas. “Eles [deputados] tem tido uma dedicação muito grande com essas matérias, que estão promovendo as mudanças que o Tocantins precisa para reequilibrar as finanças do governo e que vão promover a volta do crescimento do nosso Estado. Com certeza, esse primeiro semestre da Assembleia foi muito produtivo”, defendeu.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também