CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Carlesse também aceita desafio de Bolsonaro e diz ter interesse em discutir redução do ICMS do combustível

governo-mobile
Carlesse também aceita desafio de Bolsonaro e diz ter interesse em discutir redução do ICMS do combustível
4.7 (94.92%) 63 votos

O governador Mauro Carlesse (DEM) afirmou nesta segunda-feira, 10, que está disposto a discutir a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nos fóruns institucionais adequados e com os estudos técnicos. A declaração vem na esteira do desafio lançado pelo presidente Jair Bolsonaro aos governadores. Bolsonaro prometeu zerar os tributos federais dos combustíveis se os governadores zerarem o ICMS nos Estados.

Discussão séria

Zerar está fora de cogitação, mas Carlesse defendeu “uma discussão séria” sobre a redução dos impostos dos combustíveis. “O ICMS está previsto na Constituição Federal como a principal receita dos Estados para a manutenção de serviços essenciais à população, a exemplo de segurança, saúde e educação”, lembrou o governador.

Até 40% da arrecadação

Conforme a Secretaria Estadual de Comunicação (Secom), atualmente, o ICMS sobre combustíveis deriva da autonomia dos Estados na definição de alíquotas e responde por, em média, 35% a 40% do total da arrecadação deste imposto no Tocantins. Dessa arrecadação, 25% do ICMS é repassado aos municípios.

governo-2-300×250

Interessante

Para Carlesse, a proposta colocada em discussão pelo presidente Bolsonaro “é interessante e deve ser analisada e debatida por todos os governadores do país”.

Os tributos federais

Os tributos federais dos combustível são os Programas de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep), a Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e as Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico (Cide).

Outros três

Pelo menos outros três governadores aceitaram o desafio de Bolsonaro: Helder Barbalho (MDB-PA), Wellington Dias (PT-PI),Ronaldo Caiado (DEM-GO).


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também