CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Cinthia volta a endurecer para conter a Covid-19 e empresas terão que interromper atendimento das 20 às 5h a partir de 2ª por 14 dias

A prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), baixou outro decreto na noite desta sexta-feira, 10, para tentar conter o avanço da Covid-19 na Capital. Ela determinou o fechamento, de segunda-feira, 13, ao dia 27, de todos os segmentos comerciais com atendimento ao público das 20 às 5 horas.

Exceções

As únicas exceções do decreto são as atividades de serviços médicos e hospitalares, farmácias e laboratórios, serviços funerários, serviços de táxi e aplicativos, transporte de cargas (principalmente gêneros alimentícios), serviços de telecomunicação, serviços de delivery e postos, além dos considerados essenciais.

Isolamento de 50%

Entre as justificativas, o decreto afirma que o município apresenta o segundo pior índice das capitais no isolamento social da população, com percentual de 36%, e que é necessário atingir a meta de 50%.

Descumprimento de regras

O documento ainda diz que, após o restabelecimento das atividades econômicas “foram verificadas pela fiscalização diversas situações de descumprimento das regras de distanciamento social pela população”.

2ª medida que atinge a noite palmense

É a segunda medida que atingirá diretamente as empresas que atuam na noite palmense. Bares e restaurantes já estavam proibidos de vender bebidas alcoólicas, chegaram a ir à Justiça questionar, mas não conseguiram reverter a situação.

Não é hora de desistir

No Twitter, Cinthia defendeu a necessidade de aumentar a taxa de isolamento social, “que hoje é muito baixa”. “Já lutamos muito até aqui, não é hora de desistir. O momento pede união. Fazer o que precisa ser feito”, afirmou a prefeita. Confira o post dela:

Alta de 204,1%

Levantamento da Coluna do CT mostra que o número de casos de Covid-19 aumentou 204,1% em Palmas nos últimos 30 dias — de 10 de junho a esta sexta-feira. Saltou de 880 para 2.676, um incremento de 1.796 casos.

Mais que em Araguaína

Proporcionalmente, a alta do período foi maior do que a registrada em Araguaína, epicentro da doença no Tocantins. Lá na cidade do norte, o aumento foi de 88,8% — de 2.573 para 4.858 casos, um incremento de mais de 2.285 registros.

Praias fechadas

A Prefeitura de Palmas informou que, também como medida para evitar aglomerações, o acesso de carro às praias da Graciosa, Prata e Caju será fechado neste final de semana. Os restaurantes poderão funcionar com serviços de delivery e mesmo receber seus clientes, desde que estejam adequados às normas estabelecidas pela prefeitura para evitar aglomerações.

Operações contínuas

O município avisou que haverá operações contínuas para orientar e conscientizar comerciantes das praias e de Taquaruçu quanto ao cumprimento das medidas de prevenção e combate à disseminação do novo coronavírus.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também