CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Katia Abreu pede remoção de Deltan Dallagnol da Lava Jato para “resguardar atuação minimamente isenta” do MP

A senadora tocantinense Katia Abreu (PDT) protocolou no Conselho Nacional do Ministério Público um pedido de remoção do procurador Deltan Dallagnol da coordenação da força-tarefa da Operação Lava Jato, de Curitiba (PR). A informação é do site do jornal Folha de S.Paulo.

Interesse público

Kátia pede que o procurador seja alvo de uma “remoção por interesse público”. “Cumpre desde logo esclarecer que o presente pedido de remoção por interesse público não representa um ato de hostilidade à operação Lava Jato, mas sim uma medida que busca atender ao interesse público e conferir credibilidade à persecução penal conduzida pela força-tarefa”, diz a representação.

Minimamente isenta

No documento, Kátia afirma que “a remoção a bem do interesse público visa essencialmente resguardar as condições de atuação minimamente isenta do Ministério Público enquanto instituição”.

Medida jurídica possível

Conforme a líder tocantinense, se, por qualquer motivo, “um de seus membros vier a perder tais condições, a remoção é uma das medidas jurídicas possíveis para restauração da credibilidade institucional”.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também