CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.
governo-mobile-2

MDB elege menos prefeitos do que em 2016, mas continua na ponta; Progressistas tira PSDB da vice-liderança

O Brasil passou por redesenho partidário nas eleições deste ano. O MDB, mesmo com maior número de governantes eleitos no país, despencou. Passou de 1.046 prefeitos eleitos em 2016 para 784 este ano. O PSDB também caiu bastante, regrediu de 804 para 520 prefeituras, sainda da 2º para o 4º lugar. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Centrão avança

Dois dos principais partidos que pertencem ao denominado Centrão cresceram nestas eleições. O Progressistas foi o segundo partido a mais eleger prefeitos no País, saiu de 498 – 4º colocado em 2016 – para 685 prefeituras. O Partido Social Democrático (PSD) manteve a terceira colocação, mas foi subiu de 539 prefeitos eleitos em 2016 para 655 neste ano.

Esquerda cresce pouco

Já na esquerda, o TSE mostra que somente o Psol cresceu, de duas prefeituras em 2016 para cinco em 2020. PDT regrediu de 333 para 314, PSB foi de 409 para 252 e PCdoB de 82 para 46. Já o PT, que não elegeu prefeitos em nenhuma capital, caiu de 256 para 183 prefeituras.

Confira o ranking:

Gráfico: Folha de S. Paulo

COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também