CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Carlesse revoga intervenção em Ponte Alta do Bom Jesus após TCE receber contas de prefeito

Carlesse revoga intervenção em Ponte Alta do Bom Jesus após TCE receber contas de prefeito
4.3 (85%) 4 votos

Após consulta do CT, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) confirmou no fim da tarde desta sexta-feira, 12, que o prefeito de Ponte Alta do Tocantins, Yaporan da Fonseca Milhomem (PV), apresentou as contas de 2017 e 2018. As duas prestações não foram entregues tempestivamente, o que motivou o decreto de intervenção editado pelo governador Mauro Carlesse (PHS) no dia 5. Com a regularização, Carlesse revogou a medida que tirou o pevista da administração municipal.

A intervenção em Ponte Alta do Bom Jesus ocorreu justamente a pedido do TCE. Atendendo a recomendação da Corte de Contas, o governador decretou a intervenção, mas não sem causar polêmica. Ele indicou como interventor o vereador do município Alessandro Diniz Chaves (PP), pré-candidato a prefeito. A escolha gerou questionamentos dos deputados estaduais, mas não os impediram de aprovar o decreto. Apenas Valdemar Júnior (MDB) votou contra, já que Yaporan Milhomem o apoiou nas eleições do ano passado.

Segundo explicou o TCE ao CT, o governador Mauro Carlesse é o responsável por decidir sobre a continuidade ou não da intervenção. A Constituição Estadual estabelece que “cessados os motivos da intervenção, as autoridades afastadas de seus cargos a estes voltarão, salvo impedimento legal”.

Logo após a nota do TCE, a Secretaria de Comunicação do Estado (Secom) informou que Carlesse tinha revogado o decreto de intervenção.

Leia a íntegra do comunicado do Tribunal de Contas e da Secom:

“Sobre a questão do município de Ponte Alta do Bom Jesus, o Tribunal de Contas do Tocantins informa que foi enviado ofício ao Governador do Estado comunicando que o prefeito afastado enviou as prestações de contas. 

Cabe ao Governo do Estado decidir sobre a continuidade ou não da interdição”
—-

O Governo do Estado, atendendo a Resolução 159/2019, do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins (TCE), publicada no Diário Oficial do Estado no dia 12 de abril de 2019, revogou o Decreto 5.922, de 5 de abril de 2019, que decretou intervenção por 90 dias no município de Ponte Alta do Bom Jesus.

De acordo com o TCE, o prefeito afastado, Yaporã da Fonseca Milhomem, apresentou as contas referentes aos exercícios de 2017 e 2018 em cumprimento à Lei de Responsabilidade Fiscal. O Decreto 5.926 será publicado na edição desta sexta-feira, dia 12 de abril.

Secretaria de Estado da Comunicação

COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também