CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Presidente do PreviPalmas elogia trabalho técnico da CPI, mas lamenta falta de aprofundamento na participação da Caixa

Rodrigo Alexandre acredita que se a instituição tivesse sido mais diligente em suas obrigações a fraude não teria acontecido

O presidente do Instituto de Previdência Social de Palmas (PreviPalmas), Rodrigo Alexandre Gomes, conversou com o CT nesta terça-feira, 2, e elogiou o trabalho da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Câmara que investigou aplicações fraudulentas da entidade feitas por gestão anterior. “Muito bem feita. Tenho que dar os parabéns para todos os membros, pois fizeram um bom trabalho técnico”, comentou. Por outro lado, o gestor não deixou de lamentar a “falta de aprofundamento” na participação da Caixa Econômica Federal (CEF).

Para Rodrigo Alexandre, a instituição financeira também é um dos responsáveis diretos pela aplicação temerária dos recursos do instituto. “Ao meu ver – e este é o meu entendimento pessoal e particular – se a Caixa Econômica Federal tivesse sido mais diligente e cumprido com sua obrigação de agente fiduciário, a fraude não teria acontecido. É uma questão de lógica, jurídica. O dinheiro hoje estaria com o PreviPalmas”, afirmou ao CT o presidente da entidade, que admitiu que esta falta de aprofundamento talvez seja sua “única crítica”.

— Confira tudo o que o CT publicou sobre a CPI do PreviPalmas

No geral, o presidente do PreviPalmas aprovou a atuação dos vereadores, em especial, na indicação dos responsáveis pela fraude. “Espero que os apontados sejam agora investigados pelos órgãos com competência para penalizá-los na forma da Lei. A CPI deu o primeiro pontapé, e novamente está de parabéns, cumpriu com o papel dela. Agora espero que Ministério Público, Polícia Federal, ajam da maneira como a gente sabe que sempre agiram”, anotou.

Rodrigo Alexandre ainda aproveitou para informar que o PreviPalmas, independente da CPI, já trabalhava na formulação de Projeto de Lei para garantir mais segurança jurídica e institucional ao instituto, bem como na realização de concurso público para prover a estrutura com quadro próprio.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também