CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Após extinção de secretaria, associação critica “falta de interesse político” de vereadores na regularização fundiária

Após extinção de secretaria, associação critica “falta de interesse político” de vereadores na regularização fundiária
avaliar matéria

O vencimento da Medida Provisória (MP) que criava a Secretaria de Regularização Fundiária de Palmas causou reação imediata da Associação de Moradores do Setor Lago Norte, que parabenizou a prefeita Cinthia Ribeiro (PSDB) pela iniciativa e condenou a Câmara de Vereadores por deixar ser extinta a pasta que diz ser ligada diretamente “à moradia digna e inclusão social”.

Falta de interesse político

Assinada pelo presidente da associação, Valcy Ribeiro, a nota culpa a “falta de interesse político de alguns vereadores” pela extinção da pasta. “Tal desídia assinala para falta de interesse em uma causa de grande relevância para milhares de famílias em Palmas. Não posso deixar manifestar minha indignação com tamanho descaso”, discorre o texto. 

Cinthia valoriza regularização

A Associação de Moradores do Setor Lago Norte aproveitou para elogiar a iniciativa do Executivo, voltando a criticar a atuação do Legislativo. “De outro lado agradeço a prefeita Cinthia Ribeiro pela valorização desta pauta, sabemos que não foi falta de interesse de sua parte, mas infelizmente alguns políticos não tem a mesma visão e o povo sofre com a desídia, pelo que lamentamos”, encerra.

Sem apreciar

A Prefeitura de Palmas criou a Secretaria de Regularização Fundiária de Palmas por meio de Medida Provisória. A estrutura só passaria a ser efetivamente estabelecida após o crivo da Câmara de Palmas, o que não ocorreu. O texto venceu na quinta-feira, 8, sem qualquer apreciação dos vereadores e a pasta deixou de existir. Milton Néris (PP) e Tiago Andrino (PSB) foram dois que foram favoráveis à extinção


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também