CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Araguaína proíbe totalmente qualquer tipo de reunião, pública ou privada, mesmo entre famílias

Com a expiração do decreto estadual que determinou o fechamento total dos municípios da região macro-norte, o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (Podemos), voltou a realizar uma transmissão ao vivo para esclarecer as mudanças das restrições no município. Até sábado, 23, as orientações do Palácio Araguaia e da prefeitura coexistiram, sendo recomendado a obediência do texto mais restritivo em cada ocasião. Entretanto, o Decreto Municipal 223 de 2020 voltou a ser a única legislação referente ao combate à proliferação da Covid-19 na cidade.

Retorno do comércio não essencial com restrições

O funcionamento do comércio retorna com as vendas digitais ou por telefones para entrega ou retirada do produto, como já era previsto no Decreto do Paço. Entretanto, o texto recebeu uma alteração para endurecer o isolamento social.

Contaminação intradomiciliar cresce e prefeito proíbe reuniões

Ronaldo Dimas optou por proibir a reunião de pessoas, seja qual for o número. Antes era permitido que um grupo de até 8 pudesse se reunir. “Haverá a proibição total de qualquer tipo de reunião, pública ou privada, mesmo entre famílias”, destaca o prefeito. O endurecimento vem após as unidades básicas de saúde (UBS) constarem um crescimento no número casos de Covid-19 onde a contaminação ocorreu por transmissão intradomiciliar.

Crescimento da doença

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus vem crescendo exponencialmente em Araguaína. Se entre o primeiro e o centésimo caso confirmado, houve um intervalo de 37 dias, do centésimo à marca de 967 casos, registrados no boletim de quinta-feira, dia 21, foram apenas 18 dias, resultando numa média de 48 novos casos por dia.

Diminuição das internações

Por outro lado, Ronaldo Dimas aproveitou para informar sobre os primeiros resultados do tratamento com medicamentos em pacientes confirmados ou suspeitas para covid-19. “Os casos confirmados tem aumentado em Araguaína, mas o índice de internações está diminuindo. Saímos de 4,84%, na terça-feira, para 3,8%, ontem. Uma queda de 20%”. Com o protocolo iniciado há menos de 15 dias, o prefeito pediu tempo para consolidação dos dados, que norteiam as decisões.

Confira o esclarecimento do prefeito Ronaldo Dimas:


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também