CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Morte do psiquiatra Emílio Fernandes Vasques Júnior por Covid-19 comove comunidade médica e o Tocantins

Causou bastante comoção na comunidade médica tocantinense a morte por Covid-19 do psiquiatra Emílio Fernandes Vasques Júnior, de 67 anos, nesse domingo, 27, em São Paulo, onde estava internado.

Exercício profissional ético e compromissado

O Sindicato dos Médicos do Estado (Simed) afirmou em nota de pesar que “o exemplo do Dr. Emilio ficará como lembrança para todos os pacientes, amigos e colegas de profissão, que o terão sempre como referência de exercício profissional ético e compromissado com o paciente”.

Medicina tocantinense fica órfã

O membro tocantinense do Conselho Federal de Medicina (CFM), Estevam Rivello, disse em nota de pesar que o pioneirismo de Vasques Júnior “será sempre lembrado por todos nós”. “A medicina tocantinense fica órfã de seus conhecimentos e perde um grande combatente. Momento de tristeza não só para classe médica, mais também para toda sociedade tocantinense”, lamentou.

Exemplo

A secretária de Saúde de Palmas, Valéria Paranaguá, também em nota disse que o médico era “referência em psiquiatria no Tocantins”. “Dr. Emílio deixa exemplo de profissionalismo, dignidade humana, dedicação ao bem-estar do outro, por isso é fonte de inspiração às novas gerações que buscam a medicina como sua profissão”, afirmou.

Quase 67 mil casos e 922 mortos

O Tocantins chegou nesta segunda-feira, 28, a 66.865 casos confirmados da Covid-19, dos quais 50.495 pacientes estão recuperados, 15.448 seguem em isolamento domiciliar ou hospitalar e 922 morreram da doença

Confira as notas de pesar:

Com pesar, o Sindicato dos Médicos no Estado do Tocantins externa seu profundo pesar pela morte do médico Emilio Fernandes Vasques Junior, aos 67 anos, neste domingo (27), em São Paulo, vítima de Covid-19. 

Por sua dedicação e excelentes serviços prestados à psiquiatria e à medicina no Tocantins o SIMED-TO expressa sinceras condolências à família, em especial à dona Haidee, e suas filhas Fernanda, Dra Camila e Dra Aline, ressaltando que o exemplo do Dr Emilio ficará como lembrança para todos os pacientes, amigos e colegas de profissão, que o terão sempre como referência de exercício profissional ético e compromissado com o paciente.


É com profundo pesar, que recebi a notícia de falecimento do Dr. Emílio Fernandes Vasques Junior (CRM-TO 879), ocorrido hoje (27/9) em virtude de complicações do COVID-19, ocorrido em São Paulo-SP.
Ele atuava na cidade de Palmas-TO como Psiquiatra, desde 1996.

Seu pioneirismo será sempre lembrado por todos nós! A medicina tocantinense fica órfã de seus conhecimentos e perde um grande combatente. Momento de tristeza não só para classe médica, mais também para toda sociedade tocantinense.

Dr. Emílio era uma pessoa de fácil convívio, que deixará um grande exemplo de sabedoria, simplicidade e humildade.

Dr. Emílio deixa a esposa Dona Haidee, as filhas Fernanda, Dra Camila e Dra Aline Campitelli, sendo as duas últimas médicas na cidade de Palmas-TO.

Peço a Deus que neste momento de dor, console os familiares e amigos.

Descanse em paz Tio Emílio.

Dr. Estevam Rivello Alves


Recebemos com grande pesar notícia do falecimento do psiquiatra Dr. Emílio Fernandes Vasques Júnior, ocorrido neste domingo, 27, em decorrência de complicações da Covid-19.
 
Referência em psiquiatria no Tocantins, Dr. Emílio deu grande contribuição ao Município de Palmas, atuando por vários anos no Caps II e no ambulatório de psiquiatria da Capital.
 
Dr. Emílio deixa exemplo de profissionalismo, dignidade humana, dedicação ao bem-estar do outro, por isso é fonte de inspiração às novas gerações que buscam a medicina como sua profissão.
 
Em nome de todos os servidores da Secretaria Municipal da Saúde (Semus), externo nossas condolências aos familiares, amigos e admiradores por essa perda irreparável. Nos solidarizamos, especialmente, com sua esposa Haidee Campitelli Vasques, enfermeira aposentada da Rede Municipal de Saúde e com suas filhas também servidoras da pasta, a endocrinopediatra, Aline Campitelli, a psicóloga Fernanda Campitelli e Camila Campitelli, psiquiatra como o pai.

Valéria Paranaguá
Secretária Municipal de Saúde


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também