CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Nas redes sociais, comerciantes relatam prejuízos e “muita gente chorando” com cancelamento da ExpoPalmas

Nas redes sociais, comerciantes relatam prejuízos e “muita gente chorando” com cancelamento da ExpoPalmas
4.5 (90%) 18 votos

Áudios nas redes sociais relatam muito choro e tristeza na Exposição Agropecuária de Palmas (ExpoPalmas) nessa sexta-feira, 20, quando foi anunciado que estavam cancelados todos os shows e rodeio, A ExpoPalmas começou na quarta-feira, 18, e seguiria até este domingo, 22. “Muita gente chorando lá, muita gente no prejuízo… Só Deus mesmo para organizar a vida de muitos aí que fizeram investimentos… E eu também estou nesse fogo aí… Prestei um serviço grande”, diz um dos comerciantes do parque de exposições num dos áudios que circulam pelas redes sociais.

Shows cancelados

Entre os shows cancelados estão o de Di Paullo & Paulino, que seria na noite dessa sexta, e Mano Walter. Di Paullo & Paulino anunciou o cancelamento do show já no início da tarde, alegando “não cumprimentos contratuais por parte do contratante”.

Pouca venda de ingressos

A responsável pela promoção e produção da ExpoPalmas é a PS Produções, do empresário Pedro Siqueira Campos, que em nota disse que o motivo do cancelamento dos shows era a “pouca venda de ingressos” e dos rodeios a “mínima busca de participantes”. “Desde o início das atividades para realização do evento, no início do ano, a empresa enfrentou verdadeira queda de braço para conseguir arquitetar e pôr na praça o evento”, afirma a nota da PS Produções, que conta ter investido cerca de R$ 2 milhões desde 2018 em infraestrutura, edificações, melhorias na sede do Sindicato Rural, promovido campanhas publicitárias e contratação dos shows.

Constrangendo e boicotando

A PS Produções reclamou do governo do Tocantins, da Prefeitura de Palmas e até da parceria com o Sindicato Rural: “Nem Estado e município ousaram sequer a responder o pedido de parceria mostrando-se indiferentes à realização de um evento já consagrado na capital e região. “Certamente dando a entender que tal atividade não seria importante para a população. E nessa linha também andou o Sindicato Rural de Palmas”, afirma a empresa, que chega a dizer que Sindicato Rural “vem constrangendo e boicotando a PS Produções”.

Restituição

Conforme a empresa, os clientes devem se dirigir ao Sindicato Rural de Palmas, portando os ingressos, para a restituição do valor pago.

Responsabilidade

Já o Sindicato Rural de Palmas lamentou a decisão da PS Produções de cancelar a feira, “especialmente pela interrupção já no meio do evento”. A nota da entidade afirma que “a Pedro Siqueira Produções, contratualmente, é inteiramente responsável pela organização” da feira. “Todas as responsabilidades financeiras e contratuais são de responsabilidade da Pedro Siqueira Produções, que comercializou os ingressos, mídias e estandes, inclusive, arrecadando parte antecipadamente”, reforça a nota.

Confira a íntegra das notas:

Nota sobre os cancelamentos dos shows da ExpoPalmas 2019

A empresa PS Produções por meio de seu representante, Pedro Siqueira Campos, contratante dos shows das ExpoPalmas 2019, vem a público esclarecer que o shows que seriam realizados nesta sexta, 20, sábado, 21, e domingo, 22, foram cancelados por questões operacionais e de caráter pessoal com a direção atual do Sindicato Rural de Palmas (Sr. Antônio Jorge). A pouca venda de ingressos e mínima busca de participantes motivaram o cancelamento do Circuito de Rodeio, previsto para acontecer no evento.

Desde o início das atividades para realização do evento, no início do ano, a empresa enfrentou verdadeira queda de braço para conseguir arquitetar e pôr na praça o evento.

Sabe-se também que a realização de empreendimentos da magnitude dessa feira é de grande importância a participação e acolhida do braço do poder público, como Estado e o Município de Palmas. Os pedidos de auxílio foram direcionados aos respectivos poderes de modo a estender a mão a uma provável parceria visando consolidar a realização do evento em setembro do corrente.

A PS Produções investiu cerca de R$ 2 milhões desde 2018 em infraestrutura, edificações e melhorias na Sede do Sindicato, promoveu campanhas publicitárias, contratou os shows, e buscou vários apoiadores e investidores que acreditaram no evento.

Contudo, além do sindicato, nem estado e município ousaram sequer a responder o pedido de parceria mostrando-se indiferentes a realização de um evento já consagrado na capital e região.  Certamente dando a entender que tal atividade não seria importante para a população. 

E nessa linha também andou o Sindicato Rural de Palmas, por meio de seu Presidente Antônio Jorge, que não pode honrar os compromissos de apoio para realização de referido evento, assim como ocorrido noutras feiras.

Esclarecemos aos clientes que já compraram seus ingressos devem se dirigir-se ao Sindicato Rural de Palmas, portando os ingressos para a restituição do valor pago.

A empresa contratante do show lamenta profundamente o ocorrido e reforça compromisso, dedicação e força de vontade de Pedro Siqueira Campos, empresário e proprietário da PS Produções, mas  infelizmente com o não cumprimento de parcerias estabelecidas e do relacionamento com a direção do Sindicato Rural de Palmas, que vem constrangendo e boicotando a PS Produções, é impossível realizar os shows já contratados, assim como também não foram realizados os shows de Maiara e Maraisa e Israel e Rodolfo no lançamento da ExpoPalmas, há alguns meses atrás.

Lembramos que as medidas de cunho de legal serão oportunamente tomadas visando restabelecer os prejuízos advindos.

PS Produções
______________________

Nota de Esclarecimento

O Sindicato Rural de Palmas lamenta a decisão da empresa PS Produções (Pedro Siqueira Produções) responsável pela promoção e produção da ExpoPalmas 2018 e 2019, em cancelar a feira deste ano, especialmente pela interrupção já no meio do evento.

O Sindicato Rural esclarece que a Pedro Siqueira Produções, contratualmente, é inteiramente responsável pela organização do referido evento. Todas as responsabilidades financeiras e contratuais são de responsabilidade da Pedro Siqueira Produções, que comercializou os ingressos, mídias e estandes, inclusive, arrecadando parte antecipadamente.

O Sindicato se solidariza com todas as empresas e profissionais que prestaram serviços e tiveram seus contratos cancelados e informa que todos devem procurar o organizador responsável pelo evento, Sr. Pedro Siqueira Campos.

O Sindicato Rural ressalta que não tem conhecimento da estrutura operacional do evento, especialmente no que tange a contratos e compromissos formalizados entre a Pedro Siqueira Produções e seus contratados.

O Sindicato informa ainda que, mesmo não sendo de sua responsabilidade, apoiou a empresa produtora em todas as solicitações de cunho institucional, na intenção de reforçar apoio ao evento.

Lamentamos ainda que a população palmense tenha sido privada dos entretenimentos e shows divulgados pela Pedro Siqueira Produções, que deveriam ser realizados em nosso parque de exposições.

Agradecemos o apoio institucional disponibilizado pelo Governo do Estado, Prefeitura Municipal e Faet/Senar, a pedido do Sindicato Rural, para a realização da 18ª ExpoPalmas.

Todas as providencias cabíveis serão adotadas no intuito de preservar a imagem do Sindicato Rural de Palmas e seus associados, assim como de todas as instituições que sempre nos apoiaram.

Antônio Jorge Godinho
Presidente do Sindicato Rural de Palmas e Região


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também