CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Sisepe diz que governo reduziu em 2% a folha dos efetivos e aumentou em 5% a de comissionados

Cleiton Pinheiro revela que secretários não apresentaram proposta da data-base na reunião realizada no Igeprev

Sisepe diz que governo reduziu em 2% a folha dos efetivos e aumentou em 5% a de comissionados
5 (100%) 10 votos

Após participar da apresentação de secretários estaduais sobre o panorama fiscal do Tocantins, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Tocantins (Sisepe), Cleiton Pinheiro, divulgou vídeo nas redes sociais para criticar o governo por não ter apresentado proposta da data-base deste ano. Nele, o sindicalista ainda questiona a diferença entre a evolução da evolução da folha dos efetivos e dos comissionados.

“Infelizmente o governo não apresentou nenhuma proposta. O que temos de informação concreta é que, de fato, o Estado quer jogar a responsabilidade em cima do servidor efetivo”, inicia o presidente do Sisepe no vídeo, em referência a crise financeira e fiscal defendida pelos secretários em apresentação aos sindicatos na manhã desta segunda-feira, 17, no Igeprev.

Para contestar esta suposta argumentação do Executivo, Cleiton Pinheiro apresentou os dados que seriam a “verdadeira evolução da folha”. Segundo o sindicalista, de maio do ano passado até maio deste ano, o governo estadual reduziu em mais de 2% a folha de pagamento do efetivo. No mesmo período, acrescenta o Sisepe, a dos comissionados cresceu de 5% a 6%.

Cleiton Pinheiro também afirma que o governo estadual não cumpriu com a promessa de reduzir em 50% os valores gastos com contratos temporários. O presidente do Sisepe narra que o Executivo, até o momento, cortou apenas 25% das contratações.

“O que ele tinha que reduzir, está mantendo na estrutura do governo: os compromissos políticos. E nós servidores efetivos pagando a conta. Só que quero dizer a vocês que está conta não é nossa e do governo e ele terá que cumprir com a data-base”, encerrou o sindicalista.

O CT busca posicionamento do governo estadual sobre a data-base desde a semana passada, mas a Secretaria de Comunicação Social (Secom) ainda não apresentou resposta. O pedido foi reforçado após esta reunião com os sindicatos.

Confira  o vídeo de Cleiton Pinheiro abaixo:


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também