CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Nilmar Ruiz / Você sabe amar?

Nilmar Ruiz / Você sabe amar?
5 (100%) 10 votos

O amor é escrito em verso e prosa. Cantado em todos os ritmos. Assunto de quase todas as rodas de conversa. Não há nenhum  grupo de WhatsApp que não contenha inúmeras mensagens de  amor. Da mesma forma as outras redes sociais. O amor está no ar! O amor é fácil de falar. Mas e aí? Como concretizar o amor? Como fazer esse sentimento tão sublime transformar a nossa vida? A vida das pessoas que convivemos? E as coisas a nossa volta?

A melhor definição para o amor, aprendi com meu pai. Ele dizia:  não é só dizer que ama. Amar é… cuidar… é tratar bem… é ser grato… é perdoar… é felicitar. E o amor começa por você. Ninguém dá o que não tem. Quem não se ama, quem não se cuida, quem não trata bem a si próprio, quem não é grato pelo que é e pelo que tem, quem não se perdoa e não mantém o estado de felicidade, dificilmente conseguirá expandir e concretizar o amor.

Amar é perceber que todos estão certos de acordo com o seu ponto de vista. Que cada pessoa tem seu mapa, construído a partir de suas vivências, daquilo que aprendeu com a família, com a escola, com os meios de comunicação... com o mundo à sua volta

NILMAR RUIZ É escritora e palestrante

E como é se amar? Entendo que é nos aceitar com nossas qualidades e imperfeições, entendendo que estamos em processo de evolução. É progredir em todas as dimensões, material, emocional, espiritual…É cuidar do corpo com alimentação equilibrada, com atividade física, com hábitos saudáveis. É buscar o autoconhecimento. É identificar e administrar pensamentos e emoções. É não se perturbar emocionalmente. É expandir a consciência e o conhecimento. É perdoar os nossos deslizes e ver o erro como feedback, como caminho para o sucesso. É agradecer pelo que somos e pelo que temos. É saber onde estamos e onde queremos chegar. É se ligar à Deus, na certeza que as forças do universo conspiram a nosso favor. É buscar viver cada vez melhor.

“Faça aos outros o que gostaria que fizesse a você” nos ensinou o mestre Jesus. Colocar-se no lugar da outra pessoa é um bom indicativo e uma boa prática. Quando se tem dúvida do que fazer, basta perguntar a si mesmo: e se fosse comigo? Como me sentiria? Como eu reagiria? Como eu ficaria? Porém, “mesmo que eu falasse a língua dos anjos, sem amor nada seria”. O amor amplia a ação de ajudar o próximo . Amar é contribuir para a felicidade do outro. Amar, não é fazer o que achamos o melhor para a outra pessoa ou atender o que imaginamos ser a necessidade do outro, como é comum acontecer. Amar é fazer, o que estiver ao nosso alcance, para realizar o desejo, o sonho da outra  pessoa. Isso é felicitar! É o amor incondicional! Amar é fazer com que o outro seja e se sinta importante para você. Amar é cuidar e tratar bem!

Amar é perceber que todos estão certos de acordo com o seu ponto de vista. Que cada pessoa tem seu mapa, construído a partir de suas vivências, daquilo que aprendeu com a família, com a escola, com os meios de comunicação… com o mundo à sua volta. Que cada um tem suas crenças. Amar é entender que o seu mapa é o seu território, a sua verdade, e que você é diferente de todas as outras pessoas. Que “Mapa não é território” um dos preceitos da PNL- Programação Neuroliguística. Amar é aceitar o outro como ele é, e não como você gostaria que fosse.

E o amor é ilimitado. Não se restringe a nós, a quem escolhemos como companheiro ou companheira, aos filhos, aos parentes e amigos mais próximos. Amor é energia pura e se expande. Se irradia. Quanto mais se dá, mais se tem e se recebe. O amor é irrestrito em relação aos homens, aos animais e ao mundo à nossa volta. O amor é a essência de todas as coisas.

Quando cuidamos da nossa saúde… é amor.  Quando preparamos uma comidinha gostosa… é amor. Quando limpamos e cuidamos da nossa casa…é amor. Quando cuidamos das plantas… é amor. Quando tratamos bem os animais… é amor. Quando temos paciência, cortesia, carinho e atenção com as pessoas… é amor. Quando atendemos quem pede ajuda…é amor.  Quando desejamos o bem…é amor. Quando oramos à Deus… é amor.

Estar em paz com você, com as pessoas e com o mundo à sua volta é a verdadeira expressão do amor e é esse estado que precisamos buscar e manter se quisermos ser felizes!


NILMAR GAVINO RUIZ
É professora, ex-secretária da educação, ex-prefeita de Palmas e ex-deputada federal. É co-autora da ARH – Auto Reprogramação Humana –  e palestrante.
nilruiz@uol.com.br


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também