CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Fecomércio projeta prejuízo de mais de R$ 150 milhões com feriados em dias úteis

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Tocantins (Fecomércio) estima um impacto negativo de R$ 155 milhões devido ao calendário de feriados do ano de 2020. Em 2019, a entidade afirma que os prejuízos oriundos de datas comemorativas nacionais ficaram em R$ 134,7 milhões no Tocantins.

Impacto grande para empresário

Para o presidente interino da Fecomércio, Domingos Tavares, mesmo com as medidas tomadas na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), o comércio do Tocantins sente esses impactos. “Nós lutamos há alguns anos para a diminuição da necessidade de fechamento do comércio em alguns feriados específicos ou ainda pela flexibilização e compensação de horas extras em datas como essas, porém, como é mostrado neste estudo, os impactos ainda são grandes para os empresários do comércio”, disse.

CCT acordou regras para jornada em feriados

A Convenção Coletiva do Trabalho em vigor acorda que a terça-feira de Carnaval, Corpus Christi e 8 de setembro, o comércio poderá abrir normalmente. Outro feriado definido de comum acordo entre empregado e empregador será para o Dia do Comerciário, em 30 de outubro. Nos feriados municipais, a abertura do comércio em geral é liberada. Nos demais feriados, fica proibida a abertura do comércio, respeitando os dias informados junto a Convenção Coletiva de Trabalho.

CNC estima R$ 19,6 bilhões de perdas para todo o Brasil

Através de um estudo feito pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o prejuízo a nível nacional com os feriados deverá chegar a R$ 19,6 bilhões. O valor é R$ 2,2 bilhões (12%) superior ao registrado em 2019 (R$ 17,4 bilhões). A geração desses prejuízos se dá por conta da queda no nível de atividade ou pela elevação dos custos de operação.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também