CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

AL aprova 40% de bônus a 1ª escalão; Sisepe cobra “Legislativo independente”

AL aprova 40% de bônus a 1ª escalão; Sisepe cobra “Legislativo independente”
4.7 (93.33%) 12 votos

A Assembleia Legislativa também aprovou no fim da noite desta terça-feira, 3, a Medida Provisória do Palácio Araguaia que institui um bônus no valor de 40% do vencimento do cargo para aqueles que cumprirem metas e resultados estabelecidos pela gestão. O benefício é válido para secretários, secretários-executivos, presidentes, vice-presidentes e superintendentes, mas ainda depende de regulamentação.

Melhoria da qualidade dos serviços

Logo após a edição da MP no início de novembro, o Palácio Araguaia emitiu nota de esclarecimento para defender que a mesma trata “apenas de ajustes necessários” que visam “a melhoria da qualidade dos serviços prestados à população”. Apesar de não estar regulamentada, o Executivo diz que as mudanças podem “ocorrer a qualquer tempo”.

Fere o princípio da isonomia

O Sindicato dos Servidores Públicos (Sisepe) já condenou a aprovação por parte da Assembleia Legislativa. A entidade reforça ter apontado em ofício a inconstitucionalidade da matéria por descumprimento ao princípio da isonomia e chegou a pedir a extensão do benefício também para os efetivos

Legislativo amarrado

Presidente do Sisepe, Cleiton Pinheiro disparou contra os parlamentares. “Infelizmente o Executivo e o Legislativo adotaram o silêncio diante da reivindicação dos servidores e não fizeram as correções necessárias, continuando a descumprir as leis. Parece que a razoabilidade e a coerência, onde os deputados estaduais passem a zelar pelas leis e as constituições, é um futuro que ainda precisamos alcançar. Os servidores e os tocantinenses querem um Legislativo independente e não amarrado às vontades do Executivo”, finaliza Cleiton Pinheiro.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também