CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Já no partido de Dimas, Alan reconhece trabalho de ex-prefeitos, mas faz jogo de palavras: “Nós podemos muito mais”

Já no partido de Dimas, Alan reconhece trabalho de ex-prefeitos, mas faz jogo de palavras: “Nós podemos muito mais”
avaliar matéria

Empossado na presidência metropolitana do Podemos na noite dessa quinta-feira 22, o ex-reitor da UFT Alan Barbiero, pré-candidato a prefeito de Palmas, fez um jogo de palavras com o nome do partido no encerramento de seu discurso. Depois de elogiar o ex-governador Siqueira Campos pela escolha do local para instalar a Capital do Estado — “é preciso tirar o chapéu para ele”, defendeu — e dizer que reconhece o trabalho dos ex-prefeitos Odir Rocha, Nilmar Ruiz e Carlos Amastha [não citou Raul Filho], Alan avisou: “Mas nós podemos mais, podemos muito mais!” 

Líderes de Palmas e região

Na solenidade, além de Alan, vários líderes comunitários se filiaram ao Podemos. Alguns pré-candidatos de Palmas e região estavam por lá, no apertado auditório do JK Business, como o empresário Álvaro da A7, que está de olho na Prefeitura de Porto Nacional; o suplente de vereador de Palmas Adão Índio, entre outros.

Melhor quadro

Alan foi retratado por líderes e amigos que se alternaram nos discursos como líder afetuoso, articulado, corajoso e determinado. O presidente regional do Podemos, Ronaldo Dimas, fez um minucioso relato de sua relação com o novo filiado, iniciada ainda no início dos anos 2000, quando o agora prefeito de Araguaína era presidente da Federação das Indústrias do Tocantins (Fieto). “Respeito os demais [pré-candidatos], mas Alan é hoje o melhor quadro para ocupar a Prefeitura de Palmas”, assegurou Dimas.

Viáveis e realizáveis

Alan, por sua vez, destacou sua confiança e respeito pelo presidente regional do Podemos e garantiu a ele: “Serei eternamente grato a você”. Para Palmas, o pré-candidato afirmou ter muitos projetos “viáveis e realizáveis”.

Administração no varejo

O novo presidente do Podemos metropolitano disse que não existe na Capital projeto que “pense o amanhã” da cidade. “Aqui se administra no varejo”, disse, explicando que a gestão só tem se preocupado em resolver os problemas imediatos, sem planejar o futuro.

Curto, médio e longo prazos

Alan defendeu que Palmas precisa de políticas de curto, médio e longo prazos. “E precisamos qualificar as pessoas”, pregou.

Campanha propositiva

Ele avisou que o eleitorado não vai vê-lo “falando mal de A e B”. Alan prometeu uma campanha propositiva.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também