CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Siqueira é o homenageado da exposição “Um Estadista do Setentrião Goiano ao TO”

Siqueira é o homenageado da exposição “Um Estadista do Setentrião Goiano ao TO”
5 (100%) 3 votos

Foi aberta na noite desta quinta-feira, 14, a exposição fotográfica Siqueira Campos, um Estadista do Setentrião Goiano ao Tocantins, uma homenagem ao político que governou por quatro vezes o Estado, e liderou na Constituinte de 1988 a luta pela sua criação. A exposição estará aberta à visitação desta sexta, 15, até 19 de junho, no Memorial Coluna Prestes, em Palmas. Com entrada gratuita, ficará aberta ao público das 8 às 18 horas.

Quem visitar a exposição vai poder conferir a história de luta para criação do Tocantins, desde o período Colonial e o Ciclo do Ouro, (séculos XVII e XVIII), até o memorável dia 5 de outubro de 1988, data em que nascia oficialmente o sonhado Tocantins com a promulgação da Constituição Federal. Tudo isso, em uma linha do tempo apresentada em painéis ilustrativos, objetos e documentos que retratam a história de luta pelo novo Estado.

“Esse apoio reforça o compromisso da Energisa com a história e cultura do Tocantins. A exposição é um encontro com a nossa história, pois faz um resgate sobre criação do Estado e reconhece a importância de Siqueira Campos nesta luta histórica”, pontua Alankardek Moreira, diretor de Relações Institucionais da Energisa, patrocinadora do evento.

A exposição está sendo organizada por um grupo independente sob a coordenação do conselheiro do Tribunal de Contas do Estado (TCE) José Wagner Praxedes. “A realização dessa exposição só será possível com o apoio dos patrocinadores e colaboradores individuais. É fundamental essa iniciativa da Energisa para que esse trabalho, rico em informações históricas, seja levado ao público. A empresa está viabilizando não somente um projeto, mas um marco na cultura e conhecimento do povo tocantinense”, afirmou Praxedes.

 Perfil
José Wilson Siqueira Campos, 90 anos, é cearense de Crato, onde nasceu em 1º de agosto de 1928. Chegou ao Tocantins em meados dos anos 1960. Elegeu-se vereador de Colinas com maior votação (1965) e foi escolhido presidente da Câmara (1966).

Siqueira Campos foi quatro vezes deputado federal pelo então norte goiano. Com a criação do Tocantins, em 1988, foi eleito governador para o mandato tampão de dois anos (1988 a 1990), quando definiu o local e lançou a pedra fundamental da capital, Palmas. Voltou a se eleger para comandar o Palácio Araguaia em 1994, e foi reeleito em 1998.

Em 2005, seu grupo político, a poderosa União do Tocantins se dividiu com a saída do então governador Marcelo Miranda, que foi para o MDB. Em 2006 Siqueira perdeu a eleição para Marcelo, mas ingressou com a ação que resultou na primeira cassação do emedebista pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em 2009.

Contudo, Siqueira não assumiu o governo como esperava, mas o então presidente da Assembleia, Carlos Gaguim.

Em 2010, o ex-governador enfrentou Gaguim e venceu as eleições. Ele, porém, renunciou ao mandato em 2014, faltando oitos meses apenas para o seu final.

Em 2018, com a saúde fragilizada, Siqueira desistiu de disputar a vaga de senador, para a qual era favorito, mas assumiu a primeira suplência de Eduardo Gomes (SD).

Em setembro o ex-governador ficou internado por dois meses em São Paulo após uma cirurgia no intestino, e, pela primeira vez, não votou numa eleição no Estado.

Já de volta ao Tocantins, Siqueira foi o protagonista da solenidade dos eleitos, em dezembro, no Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE-TO), ao receber o diploma de primeiro suplente numa cadeira de rodas, ao lado do senador Eduardo Gomes.

  • Matéria atualizada às 21h06

COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também