CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

TSE nega recurso da PRE e reconhece legalidade das contas de campanha de Dulce Miranda

TSE nega recurso da PRE e reconhece legalidade das contas de campanha de Dulce Miranda
5 (100%) 10 votos

Por decisão do ministro Luís Roberto Barroso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negou recurso da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) e reconheceu a legalidade das contas da campanha de 2018 da deputada federal Dulce Miranda (MDB). “Eu estava tranquila quanto a este processo porque tinha e tenho consciência que não infringi a Lei e fiz toda a minha campanha dentro da constitucionalidade”, comentou a emedebista por meio da assessoria de imprensa após saber do resultado.

Repasse do FEFC

As contas de Dulce Miranda foram questionadas pela PRE porque a emedebista  repassou para candidatos homens recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), que é reservado a candidaturas femininas para evitar postulantes laranjas. A defesa argumentou que a deputada se beneficiou do repasse, feito com candidatos com quem firmou a chamada dobradinha – aliança entre candidatos que disputam diferentes cargos. 


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também