CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Bancada vai ao TCU para suspender edital de concessão da BR-153; leilão será dia 29 e ministro garante “rapidez” em apreciar pleito

Ouça a matéria

A senadora Kátia Abreu (Progressistas) e os deputados federais Tiago Dimas (SD), Vicentinho Júnior (PL) e Dorinha Seabra (DEM) tiveram uma reunião nesta terça-feira, 13, com o ministro Vital do Rêgo Filho, do Tribunal de Contas da União (TCU). Na pauta, os questionamentos da bancada ao edital de concessão da BR-153 de Aliança do Tocantins a Anápolis (GO). Conforme o projeto, dos 173,93 quilômetros do trecho localizado no Estado, 75% só será duplicado depois de 20 anos. A bancada federal e a Associação Tocantinense de Municípios (ATM) não concordam com o fato de o Estado ter que esperar duas décadas para só então a duplicação ser iniciada no Tocantins.

Representação para suspender edital

Na reunião, Kátia Abreu confirmou que a bancada irá apresentar uma representação já nesta quarta-feira, 14, para buscar a suspensão do edital de concessão. O leilão está marcado para o dia 29 deste mês. A senadora perguntou se há tempo hábil para a ação e recebeu uma sinalização positiva de Vital do Rêgo. “Tão logo a senhora e os representantes da bancada federal do Tocantins adentre com algum tipo de manifestação, aí só os senhores é que saberão fazê-lo, nós vamos proceder com a rapidez que o assunto merece”, disse o ministro.

Objetivo não é retaliar

A senadora Kátia Abreu disse ao ministro que a bancada está tomando todos os cuidados com a representação. “Não existe nenhuma intenção de retaliar. Muito pelo contrário. Nós louvamos e apoiamos no passado o primeiro edital de concessão”, ressaltou.

Bancada pega de surpresa

Dorinha Seabra falou da preocupação com a manutenção dos prazos de duplicação da rodovia. “Nós fomos pegos de surpresa. Não imaginávamos chegar nesta consolidação do edital porque havia uma conversa com o ministro [Tarcisio de Freitas, Infraestrutura] e ele havia reconhecido a situação do Estado do Tocantins. A BR-153 tem uma importância estratégica […], faz parte de um eixo que compromete o Brasil como um todo. Um prejuízo na área social e econômica”, afirmou.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também