CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Com presença de ATM e Uvet na reunião do Comitê de Crise, Carlesse discute mecanismos para agilizar vacinação contra a Covid-19

O Comitê de Crise de Combate e Prevenção à Covid-19 realizou mais uma reunião na manhã desta sexta-feira, 18, mas desta vez com a presença dos presidentes da Associação Tocantinense de Municípios (ATM), Diogo Borges (DEM); e da União dos Vereadores (Uvet), Terciliano Gomes (SD). Na pauta, a aceleração da vacinação no Estado. O governador Mauro Carlesse (PSL) protagonizou um atrito com a ATM ao reclamar da demora dos prefeitos para pegarem as doses dos imunizantes nos centros de distribuição.

Ajudar municípios no que precisar

Carlesse voltou a pedir mais agilidade na imunização da população e se colocou à disposição para ajudar. “Quando chega lá no Ministério [da Saúde, MS], eles avaliam o desempenho nas aplicações da primeira dose e da segunda dose e tem muita diferença. Então, eles falam  para dar uma equilibrada. Eu sou um governador municipalista e quero ajudar os municípios no que precisar. Quero que os prefeitos e a comunidade entendam que precisamos aumentar a segunda dose, para então recebermos mais doses e aumentar o número de tocantinenses vacinados”, ressaltou.

Comunicação prévia sobre chegada das vacinas

Presidente da ATM, Diogo Borges reforçou o pedido para que o Estado amplie os pontos de distribuição de vacinas, sugerindo Gurupi e Taguatinga. Apenas Palmas e Araguaína armazenam as doses. Além disso, o também prefeito de Talismã solicitou a ampliação do horário de funcionamento dos Laboratórios Centrais (Lacen) para facilitar a retirada das doses. Secretário da Saúde, Edgar Tollini alertou para a impossibilidade de abrir novos pontos devido a ausência de câmara fria para armazenar de forma correta os imunizantes. Sobre o expediente do Lacen, o titular da Sesau prometeu estudar a possibilidade. “Mas para facilitar, assim que o Ministério da Saúde nos comunicar o envio das doses eu já aviso a ATM, informando o dia de retirada, para que possam reforçar com os prefeitos”, acrescentou.

Correção nos dados do MS para garantir mais vacinas

Edgar Tollini também informou que solicitou ao MS uma revisão no percentual de doses que o Estado teria direito. “Nossa população corresponde a 0,7% da população nacional, mas lá no Ministério consta como 0,6%. Com base nessa porcentagem, é que são determinadas o número de doses para cada estado da federação. Por isso, já solicitei que corrijam o erro para então recebermos essa diferença e aumentar o número de doses disponibilizadas”, explicou o secretário. Até o momento, o Tocantins recebeu 715,4 mil doses de vacinas e já distribuiu 668.596 doses aos municípios. Deste total, os municípios já aplicaram 342.687 de primeira dose e 139.081 de segunda dose.

Estratégia de comunicação

Secretário da Comunicação, Élcio Mendes, também esteve presente na reunião e informou que mais uma campanha será iniciada para conscientizar a população quanto à importância de tomar a segunda dose. “Atendendo a determinação do senhor Governador, estamos entrando com uma nova campanha para conscientizar sobre a importância da segunda dose e mostrando ainda todo o trabalho de como é recebimento, armazenamento e distribuição das doses. Vai ser uma campanha forte em TVs, rádios, outdoors, redes sociais, carro de som, cobrindo todo o Estado”, informou.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também