CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Gurupi também afrouxa restrições e permite volta do comércio a partir desta 2ª; das 5 maiores cidades, só Palmas resiste

Com exceção de Palmas, quatro das cinco maiores cidades tocantinenses já relaxaram as medidas de restrições ao comércio, impostas para impedir o avanço da Covid-19, o novo coronavírus. Na contramão das entidades médicas, Organização Mundial da Saúde, Ministério da Saúde e Secretaria Estadual da Saúde, nesse domingo, 29, depois de Araguaína, Porto Nacional e Paraíso, foi a vez de a Prefeitura de Gurupi flexibilizar o decreto que impedia o funcionamento de praticamente todo o comércio.

Não oficial

O que seria o rascunho dessa flexibilização do decreto de quarentena vazou no sábado, 28. A Coluna do CT publicou, mas retirou a matéria do ar, quando informado pelo município que ainda não era o oficial. No que diz respeito à flexibilização do funcionamento do comércio, o decreto oficial praticamente repete o que documento que vazou no sábado, que era até mais duro ao prever que os serviços de alimentação (restaurantes, pizzaria, lanchonetes e congêneres) deveriam reduzir em 50% o uso de mesas pelos clientes dentro dos estabelecimentos, de modo a manter a distância mínima de segurança de 2 metros entre as mesas. Esse item não consta do documento oficial.

Voltam nesta segunda-feira

Conforme o decreto oficial do prefeito Laurez Moreira (PSDB), poderão voltar a funcionar nesta segunda-feira, 30, as lojas ou estabelecimentos que pratiquem o comércio ou prestem serviços de natureza privada, com exceção de feiras livres, cinemas, clubes sociais, CTG’s, academias, centros de treinamentos, bares e conveniências, boates, casas noturnas, casas de eventos, motéis, teatros, igrejas e centros religiosos.

Sem aglomeração

Também não poderão ocorrer festas em residências, com aglomeração de pessoas, a fim de proteger a saúde pública, e os velórios, por mais de duas horas, devem ser realizados no cemitério onde for acontecer o sepultamento, com a participação apenas de familiares.

Clínicas odontológicas

Não podem funcionar ainda clínicas de saúde pública bucal/odontológica, exceto aquelas relacionadas ao atendimento de urgências e emergências; escolas particulares, empresas de eventos, reuniões e/ou atividades sujeitas a aglomeração de pessoas, sejam elas governamentais, artísticas, esportivas e científicas do setor público.

EPI’s e distância

Para funcionar, as empresas terão que oferecer equipamentos de proteção individual (EPI’s) aos seus funcionários, estabelecendo a distância de 1,5 metro entre cada pessoa, e adotar, quando possível, sistemas de escala, alteração de jornadas e revezamento de turnos para reduzir o fluxo e a aglomeração de pessoas em no mínimo 50% em dias de funcionamento normal.

Confira outras regras de funcionamento para as empresas que podem voltar a operar.

Plano de Contingência

A Secretaria Municipal de Saúde ainda elaborou o Plano de Contingência para controle e enfrentamento da Covid-19 no município. O documento tem como objetivo descrever todas as ações de Vigilância e Atenção em Saúde na cidade frente a um caso suspeito ou confirmado de coronavírus, bem como a assistência a essas pessoas de forma a minimizar os riscos de transmissão a familiares, outros pacientes e aos profissionais da saúde. Gurupi ainda não tem nenhum caso confirmado.

Confira a íntegra do Plano de Contingência de Gurupi


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também