CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Nádia Cristina Araújo / Quem tem medo de hipnose?

Nádia Cristina Araújo / Quem tem medo de hipnose?
4.7 (94%) 50 votos

Quando você ouve falar em “hipnose” o que você sente? As pessoas que não conhecem a fundo as características da hipnose clínica sentem desconforto, desconfiança e até medo. Os conceitos aterrorizantes criados em torno da hipnose são inúmeros e irreais: que hipnotizador tem poderes paranormais, que a pessoa perde sua autonomia e seus desejos, fica desprotegida, indefesa, vulnerável, perde o controle, pode ir e não voltar.

Cerca de 95% das pessoas são hipnotizáveis e as pessoas já ficam, naturalmente, hipnotizadas 70% do seu dia. Lembra quando você estava assistindo um filme e se emocionou? Ou quando estava lendo um livro e, após passar várias páginas, não se lembra de nada do que leu?

NADIA CRISTINA ARAÚJO É hipnoterapeuta

Porém, tudo não se passa de afirmações erradas. Tal tabu é provocado, geralmente, pelo conhecimento de práticas apenas do chamado “showman”, que inclui mágicas, truques ou com conotação mística. Muito além de afirmações irreais e um tabu, a hipnose clínica envolve estudos avançados, técnicas medicinais e de avaliações comportamentais que tratam o corpo, a mente e a alma do indivíduo, deixando assim de ser apenas um espetáculo para ter uma importância maior, que é ajudar o ser humano a resolver seus problemas psíquicos e energéticos, somatizados ao físico.

O objetivo é fazer com que o paciente seja capaz de agir de forma diferente diante de situações que representavam um problema. Muitas pessoas já se assustam logo quando se fala em transe hipnótico. Vão desligar completamente a minha mente? Não! O hipnotizador NÃO é um ser dotado de poderes sobrenaturais que permitem o controle da mente das pessoas. Ele apenas utiliza técnicas que elevam a estar focada em um único estímulo.

Cerca de 95% das pessoas são hipnotizáveis e as pessoas já ficam, naturalmente, hipnotizadas 70% do seu dia. Lembra quando você estava assistindo um filme e se emocionou? Ou quando estava lendo um livro e, após passar várias páginas, não se lembra de nada do que leu? Ou quando viajou de ônibus enquanto carona e ficou olhando pela janela do veículo e se desligou do caminho? Tudo isso é um estado de transe, um estado profundo de relaxamento. A diferença é que este estado de transe, na hipnoterapia, é utilizado para o tratamento de traumas, ansiedade, depressões, dependências e doenças. Portanto, o hipnólogo é um profissional que estudou muito o comportamento humano e se utiliza de técnicas para facilitar o acesso ao consciente e subconsciente.

Tratamento
No Tocantins, o Espaço Terapêutico trabalha a Hipnoterapia de forma muito ética, com eficácia, com o intuito de trabalhar diretamente na raiz do problema.

Uma sessão dura em média 2 horas e meia ou três horas e obtém sucesso de 90% de cada um dos problemas. Esqueça os tabus e preconceitos e melhore sua percepção de si mesmo com as sessões de hipnoterapia, que almeja nada mais que a qualidade de vida, por meio de um tratamento possível e eficaz. Faça Hipnoterapia!

Mitos e verdades sobre a hipnose:

1- A hipnose não acontece por força ou poder do hipnoterapeuta, e sim pela aceitação e confiança da pessoa que entra em transe e deseja ser hipnotizada.

2- O hipnoterapeuta não controla os desejos da pessoa. Ela está consciente, ouvindo, escutando tudo. Desta forma, ninguém faz o que não quer, mesmo estando hipnotizado.

3- A hipnose não faz mal, desde que aplicada por pessoas preparadas e bem intencionadas, éticas.

4- A pessoa não fica “presa” no transe, nem corre o risco de não acordar (hipnose não é sono, ela está acordada e muito relaxada)

5- A hipnose de consultório (hipnoterapia) é diferente daquela usada por hipnotistas e mágicos, no palco – chamada de hipnose de palco ou show.

6- Estar em transe não significa estar inconsciente. Hipnose não é meditação, e nem é sono. A pessoa está consciente, escuta, ouve o que se passa dentro e fora de si, apenas está muito relaxada.

7- A pessoa hipnotizada não revela seus segredos e não fala o que não deseja falar.


NADIA CRISTINA ARAÚJO
É hipnoterapeuta
Pós-graduanda em Psicopedagogia.
Pós-graduanda em Neurociência Hipnoterapeuta avançado
Especialização em Depressão
Life Coach
(63) 99213 4743
nadiacsaaraujo@gmail.com


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também