CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

PSB quer encontrar solução “pacífica e sem constrangimentos” para saída de Marilon

PSB quer encontrar solução “pacífica e sem constrangimentos” para saída de Marilon
5 (100%) 11 votos

Na reunião do dia 26 de agosto, o PSB de Palmas aprovou um destaque para que se abra um diálogo com o presidente da Câmara da Capital, Marilon Barbosa. O objetivo é encontrar uma saída dele do partido que seja “pacífica e sem constrangimentos”. A Coluna do CT já havia publicado em novembro que Marilon estuda trocar de partido. No entanto, a lei que exige fidelidade partidária cria dificuldades.

Sem obstáculo

Importantes fontes do PSB afirmaram à Coluna do CT que o partido não pensa em colocar obstáculo à saída de Marilon. Inclusive, a legenda está disposta a liberá-lo para buscar novos rumos partidários, sem pedir seu mandato. A sigla diz reconhecer a militância do vereador e sua importância na reeleição de Carlos Amastha em 2016.

Apoio ao irmão

O presidente da Câmara é irmão do vice-governador Wanderlei Barbosa (PHS), que é pré-candidato a prefeito de Palmas e, com certeza, terá o vereador em seu palanque.

Candidato próprio ou outro nome

O PSB, por sua vez, trabalha com a possibilidade de uma candidatura própria ou até de apoiar um nome de fora, como o deputado federal Vicentinho Júnior. Líderes pessebista já descartam, contudo, um apoio a Wanderlei ou à prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB).

Relatório da situação

Conforme a fonte ouvida pela Coluna do CT, o partido está produzindo um relatório da situação de Marilon no partido para só então chamá-lo para uma conversa definitiva.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também