CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.
governo-mobile-2

Com alta da Covid-19 de 119,4% na semana, Carlesse decide manter aulas suspensas, jornada de 6h a servidor e recomendar uso de máscara

Diante do aumento da curva do novo coronavírus no Tocantins, o governador Mauro Carlesse (DEM) prorrogou a suspensão das aulas e a jornada reduzida de seis horas dos servidores estaduais após reunião dessa segunda-feira, 27, do Comitê de Crise para Prevenção da Covid-19. O decreto assinado por Carlesse ainda recomenda o uso de máscaras de proteção facial, sempre que houver a necessidade de sair de casa.

Crescimento de 119,4% em uma semana

O Tocantins agora contabiliza 79 casos confirmados da Covid-19, um crescimento de 119,4% em uma semana — na terça-feira eram 36 registros.

Até dia 29 de maio

Com a decisão, as aulas, tanto em estabelecimentos públicos como privados, como escolas e universidades, continuam suspensas até o dia 29 de maio — a volta ocorria já no início do mês que vem. “Durante este período, estamos reestruturando nossas escolas para que possam retomar as atividades da forma mais segura possível, seguindo as recomendações propostas pela Secretaria de Estado da Saúde, com base no Ministério da Saúde”, afirmou o governador.

Condicionantes

A secretária estadual da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, afirmou que a possibilidade de retorno às aulas vai levar em consideração os dados técnicos da saúde. Quando o Estado puder decidir pela retomada do ano letivo, a secretária explicou que ocorrerá sob algumas condicionantes como: a higienização das unidades escolares, as desinfecção das 499 estruturas que temos hoje; a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual [EPI’s] para os servidores e alunos; o aumento do número de transportes; a confecção de material gráfico de suporte, no caso de atividades extracurriculares; a reorganização de espaços escolares para manter uma distância mínima necessária, na qual as alternativas estão sendo avaliadas; e a redistribuição dos alunos entre os horários disponíveis para que haja um equilíbrio e evite superlotação.

Das 8 às 14h

A jornada reduzida de seis horas dos servidores do Poder Executivo estadual também foi prorrogada até o dia 29 de maio. Com isso, o horário de trabalho segue das 8 às 14 horas, podendo os responsáveis pelos órgãos estabelecerem jornadas alternativas no turno da tarde, a fim de evitar aglomerações.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também