CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Estado anuncia que Lacen retomou capacidade de testagem e revela que estoque de RT-PCR ultrapassa as 40 mil unidades

Em um balanço das ações de combate a Covid-19 no Tocantins, o governo estadual anunciou que o Laboratório Central (Lacen) retomou a capacidade de testagem, prejudicada desde junho devido à dificuldade na aquisição de insumos para os diagnósticos gerada pela alta demanda. O Palácio Araguaia afirma que o Lacen voltou a analisar 500 testes do novo coronavírus por dia. A média chegou a ser de apenas 100 avaliações diárias.

Estoque acima das 40 mil

Secretário da Saúde, Edgar Tollini revelou a quantidade de testes adquiridos e revelou a intenção de expandir as análises diárias com a atuação de mais um laboratório. “Nós temos o RT-PCR, que é o exame mais importante, com 99% de assertividade e com estoque acima de 40 mil unidades. Estamos voltando à normalidade e esperamos que dentro dessa próxima semana nós já consigamos entregar todos os resultados e expandir a rede para a região macronorte, com o Lacen de Araguaína, iniciando também o trabalho de testagens”, informou o secretário de Estado da Saúde.

Testes via Fiocruz

Edgar Tollini aproveitou para destacar que o governo estadual recorreu a alternativas para manter os testes enquanto o estoque esteve prejudicado. “Mesmo com a dificuldade na aquisição de insumos, dificuldade que todos os estados estão enfrentando, as amostras não deixaram de ser analisadas. Estávamos analisando uma parte e enviando outra para ser processada pela Fiocruz”, lembra. Até dia o dia 23, data de publicação do último Relatório Situacional de Enfrentamento à Covid-19, o Lacen havia analisado 26.652 amostras de RT-PCR, outras 2.685 foram enviadas para a FioCruz, totalizando 29.337 amostras testadas.

EPIs

Outro reforço feito pelo governo foi no estoque de equipamentos de proteção individual, como toucas, luvas estéreis e de procedimentos, álcool etílico, álcool em gel, máscaras, aventais, sapatilhas, protetores faciais, entre outros. “Tenho visitado todas as unidades hospitalares. Nos últimos dez dias, visitei Araguaína, Gurupi, o HGP e o Hospital Infantil. Nós temos EPIs para todos que estão no enfrentamento. Vale a pena informar que nós tivemos 880 profissionais da Saúde que foram diagnosticados e afastados porque estavam com a Covid-19, mas destes 700 já voltaram ao trabalho”, informou o secretário. (Com informações da Secom)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também