CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Mesmo após reunião com OAB, Sisepe diz que continuará contestando advogados privados na execução de sentença

Mesmo após reunião com OAB, Sisepe diz que continuará contestando advogados privados na execução de sentença
avaliar matéria

Os presidentes da Seccional Tocantins da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-TO), Gedeon Pitaluga, e do Sindicato dos Servidores do Estado (Sisepe), Cleiton Pinheiro, discutiram na terça-feira, 21, as rusgas que surgiram pela atuação de advogados particulares na execução da sentença no processo que garantiu a ex-servidores exonerados em agosto de 2008 o direito a férias vencidas e 13º proporcional.

Só a OAB

Pitaluga defendeu que “a advocacia não é só uma profissão”, mas “uma atividade que promove a preservação de direitos e o livre exercício da advocacia em matriz constitucional”. “Nesse sentido, nos termos da lei, só a OAB deve fiscalizar e disciplinar o exercício da advocacia e ninguém mais”, defendeu o presidente da Ordem.

Sem particulares

Isso porque Pinheiro afirmou em entrevista a uma emissora de TV que Sisepe iria contestar todos os ingressos que “estão correndo por fora”, ou seja por advogados particulares que não fazem parte do jurídico da entidade. “Eles vão ter muita dor de cabeça e não vão receber porque a ação é do sindicato. Nós teremos a contestação e estas pessoas ficarão no prejuízo, com certeza”, avisou o sindicalista à TV, já que, segundo ele, a procuração em relação ao processo é unicamente do Sisepe.

Vai continuar contestando

À Coluna do CT, o presidente do Sisepe fez uma avaliação positiva da reunião com Pitaluga. No entanto, avisou que sua entidade vai continuar contestando o ingresso na causa de advogados que não forem do jurídico do sindicato. “Já tem vários advogados no processo e o Sisepe vai exercer o seu direito defesa e cabe o juiz dar a decisão”, ponderou.

Autonomia e independência

Pinheiro defendeu que, no caso das duas entidades, “o que precisa é cada instituição fazer sua defesa e respeitando a autonomia e independência de cada um”.


LEIA MAIS

Comissão da OAB critica Cleiton Pinheiro por fala “leviana e eivada de má-fé” sobre caso dos exonerados
Sisepe questiona ação de advogados particulares no caso dos exonerados em 2008 e desagrada OAB


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também