CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

No Bico, presidente do TJTO diz que reestruturação do Judiciário não é movida por “achismo ou interesse pessoal”

No Bico, presidente do TJTO diz que reestruturação do Judiciário não é movida por “achismo ou interesse pessoal”
5 (100%) 10 votos

Na abertura do projeto Justiça Cidadã em Araguatins, nesta segunda-feira, 23, o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, defendeu que a reestruturação do Judiciário do Tocantins não é movida por “achismo ou interesse pessoal”, mas “dados puros e exclusivamente técnicos”. “A partir disso estamos nos movimentando”, afirmou.

Uns com pouco, outros com muitos

Segundo o desembargador, há juízes do Estado com poucos processos e outros sobrecarregados e, para a mudança acontecer, “precisaremos desinstalar e redistribuir comarcas, varas, juizados”. “A gente mata um ou dois leões por dia e deixa dois ou três para o dia seguinte quando o assunto é o processo de reorganização do Judiciário”, disse Maia.

Aplicação mais eficiente

Ele destacou que trabalho de reestruturação vai permitir uma aplicação mais eficiente dos recursos do Judiciário, além de promover o equilíbrio necessário da força de trabalho.

Rota do Justiça Cidadã

O Justiça Cidadã começou por Araguatins a rota do projeto pela região do Bico do Papagaio. Nesta terça-feira, 24, a caravana segue para a comarca de Augustinópolis. Já na quarta, 25, chega a Axixá, seguindo para Itaguatins, na quinta, 26, e finalizando na sexta, 27, em Tocantinópolis. Até agora o projeto já percorreu nove comarcas.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também