CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Simed critica liberação de leilões de gado e diz que Estado deveria discutir ação contra “iminente colapso no sistema de saúde”

Simed critica liberação de leilões de gado e diz que Estado deveria discutir ação contra “iminente colapso no sistema de saúde”
avaliar matéria

O Sindicato dos Médicos do Tocantins (Simed) reagiu à liberação das atividades de leilões de bovinos anunciado pelo governador Mauro Carlesse (DEM), mesmo que com restrições. A entidade reforça as necessidades de isolamento social diante da pandemia de Covid-19 e provoca Palácio Araguaia para trabalhar em um plano de ação para enfrentar o “iminente colapso no sistema de saúde pública do Estado”.

Crise econômica não é exclusiva do Tocantins

Diante da sinalização do governador para a flexibilização gradual das medidas de contenção para amenizar impactos da economia, o Simed diz ser notório que a pandemia tem trazido prejuízo, mas reforça que a situação “não é exclusiva do Tocantins”. “O mundo inteiro discute alternativas para combater a pandemia econômica com a manutenção das medidas de isolamento social e não o contrário como decide o governo”, argumenta.

Pico do contágio acontece ainda em abril

O Simed destaca que os casos de Covid-19 no Estado crescem diariamente e que o pico do contágio ainda não chegou, apesar de previsto ainda para este mês. “O que torna ainda mais inconsequente a forma de fazer política do governador. A fraqueza de autoridades ante as pressões de setores econômicos não é boa conselheira para decisões como essa”,  acrescenta o sindicato.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também