CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Tocantins pode agora incluir no RG tipo sanguíneo, se é doador de órgãos, alergias e deficiências

A partir de agora, os órgãos e entidades do Tocantins responsáveis pela emissão do Registro Geral (RG) ficam obrigados a incluir no documento, desde que o interessado solicite, o tipo sanguíneo, a disposição para doação de órgãos, alergias, se pessoa com deficiência (PCD) e se pessoa com transtorno do espectro autista. A lei, proposta pelo deputado estadual Ricardo Ayres (PSB), foi sancionada pelo governador Mauro Carlesse (DEM) nessa quarta-feira, 27, e visa desburocratizar e ampliar a acessibilidade, além de gerar maior economia de tempo e dinheiro ao tocantinense.

Espectro autista e deficiência

A pessoa com espectro autista deverá apresentar atestado diagnóstico firmado por médico especialista em neurologia ou psiquiatria para incluir a informação no RG. Já o cidadão com deficiência deverá apresentar documento comprobatório expedido por médico especialista.

Alergias e tipo sanguíneo

Para comprovar alergias, a pessoa precisará apresentar documento médico expedido por um alergista. E para comprovação do tipo sanguíneo deve-se apresentar documento emitido por laboratório de análises clínicas. Aos doadores de órgãos o documento solicitado será a declaração emitida junto ao hemocentro. (Com informações da Secom)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: [email protected]

Leia também