CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Gaguim defende que redução de itens facilita licitação de maquinário e, sobre críticas, diz que vai ficar com Carlesse e Bolsonaro

Gaguim defende que redução de itens facilita licitação de maquinário e, sobre críticas, diz que vai ficar com Carlesse e Bolsonaro
5 (100%) 10 votos

O coordenador da bancada federal do Estado, deputado Carlos Gaguim (DEM), defendeu à Coluna do CT o pedido que fez à Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) para mudar o plano de trabalho de convênio para aquisição de maquinário para os municípios do Tocantins. Gaguim explicou que o objetivo é reduzir o número de itens de 30 para 4, facilitando assim, segundo ele, o processo de licitação.

Recurso há um ano na conta

Gaguim contou que os R$ 68,6 milhões, de uma emenda coletiva de bancada, estão há um ano na conta do Estado, que não conseguiu ainda fazer a licitação. O coordenador disse que a solicitação de Carlesse acatada por ele facilitará esse processo e atenderá logo os prefeitos, que precisam das máquinas.

Divergências de Dorinha

O deputado repetiu o que a Coluna do CT já havia publicado, que constatou que a maioria dos prefeitos é favorável a essa mudança proposta à Sudam para agilizar a compra das máquinas. “Só um ou dois prefeitos são contra porque são da base da deputada Dorinha [Seabra Resende, DEM], que tem suas divergências com o governador Carlesse e deveria decidir se é da base do governo ou se contra ele”, disparou.

Não pretende deixar Carlesse e Bolsonaro

Sobre as críticas de colegas de que faz a defesa isolada do Palácio Araguaia, Gaguim reforçou que é mesmo e não pretende deixar a base do governador Mauro Carlesse (DEM) e do presidente Jair Bolsonaro. “Porque o presidente está ajudando o Estado com recursos e o governador precisa do nosso apoio para o desenvolvimento do Tocantins”, justificou.

Defesa do Estado

Segundo o coordenador, sua preocupação é a defesa do Estado e não do governo Carlesse. “Hoje [terça-feira, 27], por exemplo, estarei com três ministros, defendendo recursos para a saúde do município e do Estado, porque este é meu papel”, afirmou. “Enquanto tem gente que gosta de viajar para o exterior, eu prefiro brigar para levar recursos para o Tocantins”, insinuou.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também