CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

Presidente de TJTO nega acordo com Palácio sobre o 1% de data-base, mas diz que decisão da AL será respeitada

Presidente de TJTO nega acordo com Palácio sobre o 1% de data-base, mas diz que decisão da AL será respeitada
5 (100%) 10 votos

Ao contrário do que alguns deputados estaduais chegaram a dizer durante as discussões sobre a data-base dos servidores, o presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins (TJTO), desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, negou que o Judiciário tenha feito acordo com o Executivo concordando com a redução do índice de 3,43%, como pediam os sindicatos, para 1%, como propôs o Palácio Araguaia.

Não houve recuo

O desembargador disse que o Judiciário respeita a autonomia do Legislativo para estipular o valor, mas reforça que não houve recuo por parte do TJTO. “Não voltamos atrás no nosso pleito, até porque, para fazer isso, teríamos que convocar nova sessão plenária”, ressaltou.

O mais breve possível

Ele disse que o TJTO vai incluir na folha de pagamento, “o mais breve possível”, a revisão geral das remunerações dos servidores, no percentual aprovado pelo Legislativo estadual, ou seja, o 1%.

Deve observância

O presidente do TJTO reforçou que o trâmite legislativo da minuta de projeto de lei, tão logo aprovado pelo órgão plenário da Corte, pressupõe a remessa à Casa de Leis, a quem a Constituição Federal confere autonomia para rever o percentual aprovado e sobre o qual o Judiciário “deve a necessária observância”.


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também