CLEBER TOLEDO
Atender a sociedade com um espaço de comunicação apartidário, focado na cidadania e comprometido com o desenvolvimento regional.

MPE alerta Natividade para necessidade de fiscalização a fim de evitar aglomeração de romeiros no Senhor do Bonfim

A tradicional celebração do Senhor do Bonfim realizada em agosto em Natividade é motivo de preocupação para o Ministério Público do Tocantins (MPE) devido ao cenário de Covid-19. Em recomendação emitida na quinta-feira, 6, à prefeitura, a Promotoria de Justiça do município cobra providências necessárias para fiscalizar, em todo o território do município, a realização de romarias a fim de evitar a aglomeração de pessoas.

Alerta também aos organizadores

O conteúdo da recomendação, assinada pelo promotor André Ricardo Fonseca Carvalho, também foi direcionado aos organizadores dos Festejos do Senhor do Bonfim, que ficaram orientados a absterem-se de atividades presenciais, na parte interna e externa da igreja, por vislumbrar que fiéis poderão se deslocar até o local para participar das comemorações religiosas.

Respeito ao Decreto

A recomendação estipula ainda que, caso ocorra a celebração presencial de forma voluntária por parte dos fiéis, que os organizadores, evitem qualquer espécie de aglomeração de pessoas e respeite as regras estabelecidas no Decreto de Natividade, quanto o tempo de celebração, distanciamento de bancos e cadeiras, utilização de máscaras e de álcool em gel, número de pessoas no ambiente, não comparecimento de pessoas incluídas no grupo de risco, entre outros. (Com informações da Ascom/MPE)


COMENTÁRIOS

Os comentários nas matérias do CT devem ser postados nas redes sociais pelos links:
https://www.facebook.com/PortalCT
https://Twitter.com/PortalCT
Contato com a Redação: redacao@clebertoledo.com.br

Leia também